Pipo Derani inicia luta pelo bicampeonato em Daytona

Brasileiro já venceu as 24 Horas de Daytona em 2016, logo na sua estreia. (Foto: Brian Cleary)

O brasileiro Pipo Derani, de 28 anos, inicia neste fim de semana (29 e 30) sua sétima temporada no IMSA WeatherTech SportsCar Championship e, como atual campeão, vai em busca de mais um título a bordo do #31 Whelen Engineering Cadillac DPi-V.R., da equipe Action Express Racing.

Em sua quarta temporada com o Cadillac #31, Derani passa a ter um novo companheiro: o norte-americano Tristan Nunez. No último fim de semana, os dois já estiveram juntos nos treinos e na corrida classificatória, que definiu o grid para a 60ª edição das 24 Horas de Daytona, uma das maiores provas do endurance mundial e que abre oficialmente a temporada do IMSA. Em 2016, em sua estreia, Derani já teve o gostinho da vitória em Daytona e vai lutar para voltar ao topo.

Na corrida classificatória, com 100 minutos de duração, realizada no domingo (23), eles terminaram na sétima colocação. No sábado (22), Nunez classificou o Cadillac #31 em quarto, mas após uma punição durante a vistoria técnica ao Acura #10, que havia conquistado a pole, eles subiram para a terceira colocação.

Nunez largou bem e foi chamado para os boxes após 23 minutos, na volta 14, para o primeiro pit stop do time, quando Derani assumiu o cockpit. Apostando em uma possível bandeira amarela, a equipe arriscou na estratégia, visando a vitória. Com um pit stop mais cedo, eles precisariam fazer três paradas, enquanto os outros times fariam duas.

Durante os 77 minutos em que permaneceu no comando do Cadillac #31, Derani esteve na maior parte do tempo entre os três primeiros. No entanto, faltando quatro minutos para o final, o brasileiro precisou parar para reabastecer e completou a prova em sétimo, posição que ocuparão no grid.

“Foi uma boa corrida. Mas, infelizmente, a parada no início nos impediu de terminar com combustível. Nós apostamos em busca da vitória, mas a bandeira amarela não aconteceu e tivemos de parar no final para reabastecer”, contou Derani.

“Mas foi um bom preparativo para as 24 Horas. É muito bom voltar a pilotar e iniciar mais uma temporada, principalmente depois da conquista do título no ano passado. Domingo, estaremos de volta à pista para essa grande corrida e estou confiante na busca por um bom resultado”, finalizou o brasileiro.

Na disputa das 24 Horas, Derani e Nunez também dividirão o cockpit com o britânico Mike Conway. A equipe Whelen Engineering busca seu terceiro título em Daytona (já venceu a prova em 2010 e 2014). Em 2016, Derani foi campeão pela Tequila Patron. Em 2019, também chegou bem perto e ficou em segundo na corrida, já com a Action Express.

Nesta quinta e sexta-feira (27 e 28), os pilotos participam de treinos livres para os ajustes finais em seus carros no Daytona International Speedway. A largada da prova, no sábado, será às 15h40 (de Brasília) e poderá ser acompanhada ao vivo pelo aplicativo do IMSA e https://www.imsa.com/tv/.

Confira o grid da categoria DPi para a 60ª edição das 24 Horas de Daytona:

1 R.Taylor / F. Albuquerque (Konica Minolta Acura ARX-05 / Acura DPi) 61 voltas em 1h40min45s641
2 T. Vaultier / R. Westbrook (JDC Miller Motorsports / Cadillac DPi) + 7.900
3 K. Kobayashi / J. Johnson (Ally Cadillac / Cadillac DPi) + 9.569
4 O. Jarvis / T. Blomqvist (Meyer Shank Racing W/Curb-Agajanian / Acura DPi) + 15.643
5 R.van der Zande / S. Bourdais (Cadillac Racing / Cadillac DPi) + 22.680
6 E. Bomber / A. Lynn (Cadillac Racing / Cadillac DPi) + 25.550
7 P. Derani / T. Nunez (Whelen Engineering Racing / Cadillac DPi) + 56s737

Published
4 meses ago
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista MTb 6873/SC, formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.