Análise das equipes para Le Mans–LMP1

2011 AUDI STARWARS
E terminamos nossa análise das equipes que estarão em Sarthe este ano. A LMP1 é a cereja do bolo do mundo do endurance. Os mais rápidos, mais caros e mais rápidos. Porém nos últimos anos se viu um domínio dos modelos a Diesel que a ACO está tentando resolver tardiamente. Desde 2006 nenhum modelo a Gasolina ou qualquer outro combustível vence em Sarthe. Este ano alguém tira a vitória da dupla Audi e Peugeot? Candidatos existem… Clique nas imagens para ampliar…

J5-TestDay_JS_014


Equipe: Audi Sport Team Joest e Audi Sport North América
Carro: Audi 18 TDI
Motor: V6 3.7 litros turbo diesel
Pneus: Michelin
Pilotos
Carro #1 Romain Dumas, Timo Bernhard, Mike Rockenfeller
Carro #2 Benoit Tréluyer, André Lotter, Marcel Fassler
Carro #3 Tom Kristensen, Allan McNish, Rinaldo Capello

2011 é um ano de mudanças para a Audi. Depois de vários ano a equipe abandona os protótipos fechados e investe em um modelo inovar e com melhores soluções aerodinâmica. O carro teve sua estreia no dia de teste em Le Mans e começou marcando os três melhores tempos. O “problema” que sempre existiu em relação a Peugeot foi a velocidade final. Parece que este problema pode ter acabado. Em SPA o R18 fez a pole mas por erros nos boxes e acidentes durante a corrida deram a vitória para a Peugeot. Em sua recuperação e com voltas atrás os R18 nitidamente foi mais rápido nas grandes restas. A dúvida que sempre foi o calcanhar de Aquiles da rival francesa. Carro rápido é carro durável? A história ensina que carro rápido dificilmente chega ao final das 24 horas inteiro. A Peugeot sabe disso e tem apanhado nos últimos anos em Sarthe. Ano passado a vergonheira da marca francesa que sumiu da vista dos R15 para no final se sucumbindo um a um parece ser um aviso. Em SPA se notou um consumo elevado de pneus porém a explicação por parte da equipe foi um setup específico para Le Mans. A equipe é a principal favorita e talvez a única vide o histórico do seu principal rival.

Entre os pilotos destaco Allan McNish e Tom Kristensen que com a ajuda de Rinaldo Capello compõem o trio favorito para ganhar a prova. McNish um piloto altamente técnico e rápido consegue tirar leite de pedra e salvou a equipe de várias cagadas nos últimos anos. Talvez seu maior erro tenha sido perder Petit Le Mans em 2009 quando conseguiu rodar seu Audi R15 atrás do carro de segurança embaixo de um dilúvio. Até onde sei este é o único pecado do piloto que ajudou no desenvolvimento da equipe Toyota quando esta entrou na F1 mas foi dispensado no primeiro ano. A F1 perdeu um piloto mas o endurance ganhou um campeão.

Kristensen dispensa comentários tendo 8 vitórias em Le Mans é o Ayrton Senna do Endurance. rápido sabe moldar seu estilo de pilotagem para o momento certo da corrida, vezes rápido vezes lento. Ao todo a Audi tem 6 pilotos com vitórias em Le Mans e os pilotos que não o fizeram não deixam de ser competentes. Lotter é campeão da F. Nippon em 2010 e Tréluer acabou de ganhar a primeira rodada da Super GT 2011. Estes são os ingredientes somados a metódica direção de Wolfgang Ullrich que fazem da Audi a favorita disparada ao título.

Ullrich “Nossa esperança é ser competitiva e poder ganhar a corrida. Além disso, queremos ter um nível de competitividade que nos dá a oportunidade de vencer os nossos concorrentes no mesmo nível em tempos de volta para obter o melhor resultado nestes 24 Horas. “

Sobre os concorrentesNós sabemos que a Peugeot em particular, tem um alto nível de desempenho e de toda sua equipe é muito profissional. Nunca quero subestimar nenhum dos nossos concorrentes, em especial a equipe forte que é a Peugeot. “

IMG_8620


Equipe: Hope Racing #5
Carro: Oreca Híbrido, 4 cilindros turbo
Pilotos: Steve Zacchia, Jan Lammers e Casper Elgaard
Pneus: Michelin

A Equipe que tem origem na Suiça pode não ganhar a corrida mas nunca pode ser julgada por não inovar. O Oreca Híbrido é o primeiro protótipo deste tipo a competir em Le Mans. Seu histórico é de um vice-campeonato na FLM ano passado.

Mesmo sendo um carro revolucionário a equipe optou pelo confiável chassi Oreca. O 4 cilindros turbo foi preparado pela Lehmann empresa especializada em modelos Porsche e o sistema híbrido é do tipo que reaproveita a energia vindo do sistema de freios. Sua estreia se deu no dia de testes aonde o carro deu 18 voltas e marcando o 22º lugar. Muito melhor do que o protótipo oficial da Aston Martin. Mesmo com esse promissor desempenho a equipe não competiu em SPA e preferiu desenvolver o carro em silêncio.

Os pilotos são experientes. Zacchia ajudou a equipe no título de 2010 além de já ter competido em Le Mans com GT pela equipe Larbre. (Já teve uma vitória em Interlagos com Sallen) e também já rodou com o Lola Judd da equipe Sebah. Jan Lammers tem uma impressionante participação em Le Mans, 22 vezes aonde conseguiu uma vitória em 1988 com a Jaguar além de 2 vitórias nas 24 horas de Daytona. Completando o trio Casper Elgaard tem a vitória em Le Mans na classe LMP2 no ano de 2009 com o competente Porsche RS Spyder da equipe Essex. Repetiu o bom desempenho ano passado com um segundo lugar.
A equipe não tem chance de fazer frente aos modelos a Diesel mas se seu sistema híbrido for competitivo pode conseguir uma boa colocação visto o menor consumo de combustível. 
J5-TestDay_JS_028

Equipe: Peugeot Sport Total e Team Peugeot Total
Carro: Peugeot 908
Motor: V8 3.7 litros bi-turbo Diesel
Pneus: Michelin
Pilotos:
#7 Alexander Wurz, Anthony DAvidson, Marc Gene
#8 Stéphane Sarrazin, Franck Montagny, Nicolas Minassian
#9 Sebastien Bordais, Simon Pagenaud, Pedro Lamy

O “novo” Peugeot 908 tenta vingar seu “pai” do vexame que a equipe passou ano passado. Todos os carros do fabricante tiveram problemas no final da prova com problemas de durabilidade. Em contra partida todas as provas em que disputou com a Audi ganhou. Não serve de alento mas é um consolo.

Para 2011 a equipe lançou um 908 melhorado e em sua primeira corrida teve que assistir o velho carro da equipe Oreca vencer em Sebring. Encontrou a vitória em SPA depois de muitos erros da Audi mas se mostrou confiável para uma corrida de 6 horas. Nos testes em Le Mans o melhor carro foi o #8 com o terceiro lugar nos tempos. A equipe tem condições reais de vencer a prova. A velocidade máxima que obteve em Sarthe este ano 340 km/h deve ser visto com cautela do que como um sinal de esperança. Desde que entrou no endurance este é o primeiro ano em que o R18 se mostrou igual ou mais veloz do que o 908. A equipe deve cuidar do ímpeto de seus pilotos e evitar que os mesmos levem os carros ao limite como nas horas finais como no ano passado.

Os pilotos estão no mesmo nível da rival Audi. Dois de seus pilotos já venceram em Le Mans  (Wurz e Gene). Bourdais é tetra-campeão da champcar e passagens pela F1 assim como Davidson. Os outros pilotos tem títulos em séries como ALMS, LMS e FIAGT.

Oliver Quesnel chefe da equipe. “As 24 Horas de Le Mans são cruéis e imprevisíveis que os torna mítica e lendária. Este é o nosso grande evento do ano e esperamos recuperar o troféu que ganhamos em 2009″.

J5-TestDay_JS_019

Equipe: Team Oreca Matmut
Carro: Peugeot 908 HDI FAP
Motor: V12 5,5 litros bi-turbo diesel
Pneus: Michelin
Pilotos: Loic Duval. Nicolas Lapierre, Oliver Panis

Equipe competente além de um exímio construtor. É o segundo ano que a equipe compete com o 908. O mesmo carro que foi o quarto Peugeot a quebrar em Sarthe em 2010 conquisto o título da LMS no mesmo ano em Silverstone.

Em 2011 a sorte sorriu para a equipe com a vitória em Sebring em cima do Audi R15. E equipe não é apontada como vitoriosa mas é um forte azarão, Tem um carro maduro e pode ser mais confiável que os novos 908. Pode surpreender, mesmo a equipe não tendo o suporte dos times oficias da Audi e Peugeot.

Entre os pilotos uma trinca de respeito aonde a estrela é Olivier Panis que venceu o GP de Mônaco e ajudou a equipe na vitórias em Sebring e na LMS ano passado. Lapierre já venceu o competitivo GP de Macau de F3 e também colaborou com as vitórias recentes da equipe. Loic Duval tem títulos na F. Nippon em 2009 e Super GT em 2010.

J5-JS_SPA_07_05_239

Equipe: Rebellion Racing
Carro: Lola Coupe
Motor: Toyota V8 3;4 litros RV8KLM
Pneus: Michelin
Pilotos:
#12 Nell Jani, Nicolas Prost, Jeron Bleekemolen
#13 Jean Christophe Boullion, Andrea Guy Belicchi, Guy Smith

Uma equipe jovem e com o carro mais bonito do grid (pelo menos eu acho) A Rebellion teve um 2010 triste com a morte de seu fundador Hugh Hayden uma perda para o mundo do endurance. Seu filho Bart pegou os rumos da equipe. A primeira mudança e a mais importante foi se aliar a Toyota como fornecedora exclusiva de motores o que torna a equipe quase uma “oficial”. O que deixa a equipe sempre na linha de frente.

Em 2011 a equipe com o #12 acabou em 7º em Sebring sem maiores problemas com o carro. Nas duas provas europeias a equipe pontuou bem o que a deixa líder entre os construtores e em segundo na de equipe, dois pontos atrás da Pescarolo.

Porém nem tudo são flores. Nos testes em LM o melhor Rebellion ficou a 10 segundos do Audi R18 mostrando que não tem condições de ganhar a corrida mas pode lutar pela “vitória” entre os modelos a gasolina.

Seus pilotos estão em um bom patamar. Bleekemole é campeão da Porsche SuperCup e bi-campeão da ALMS. Nell Jani já venceu a A1 GP, Belicchi é campeão da Renault Spider Europeia. Boullion é campeão da F3000 e bi-campeão da LMES e LMS. Prost também é campeão da F3000e Smith venceu as 24 horas de Le Mans em 2003 com Bentley e com Audi em 2004.
J5-Sebring_JS1503_405


Equipe: OAK Racing
Carro: OAK Pescarolo
Motor: Judd V8 3.4 litros
Pneus: Dunlop
Pilotos:
#15 Guillaume Moreau, Pierre Ragues, Tiago Monteiro
#24 Jacques Nicolet, Richard Hein, Jean François Yvon

Com dois carros na P1 e P2 a equipe sonha alto. Quer seguir os paços da Oreca e vender seus protótipos para futuras equipe. Para isso precisa provar que tem um bom equipamento em mãos. A equipe que tem sua estrutura montada Technopark em Le Mans possui também um centro de pesquisa. Em 2010 foi a segunda na LMS além de ganhar o campeonato verde Green X Challenge.

Em 2011 parecia ter começado bem com um quarto firme em Sebring mas com problemas de vazamento de combustível o carro #24 teve que fazer uma parada não programada. No dia de testes a equipe testou novas soluções aerodinâmicas. O #24 teve problemas e acabou saindo de pista enquanto o #15 cumpriu sem problema os programas. Em SPA a coisa não andou bem novamente. O #24 novamente se envolveu um um acidente. Vai ser interessante ver a equipe brigar pela “primeira” posição entre os modelos a gasolina e nada além disso.

Entre os pilotos o trio do carro #24 já teve um pódio em Le Mans terceiro na classe LMP2. Jacques Nicolet que é o dono da equipe compete em provas clássicas . Este será o carro quem as melhores chances de chegar a frente.

J5-JS_TestDay24_04_043

Equipe: Tem Autovision Pescarolo
Carro: Pescarolo #16
Motor: Judd V10 5 litros
Pneus: Michelin
Pilotos: Christophe Tinseau, Emmanuel Collard e Julien Jousse

Falar do endurance sem por o nome Pescarolo junto é a mesma coisa que falar de música e não falar de Roberto Carlos. A equipe que estava praticamente fechada em 2010 retorna 2011 com tudo. Com a ajuda de ex-companheiros conseguiu montar novamente sua equipe. Obteve junto a ACO autorização para reduzir a cilindrada do motor de 5.5 para 5 litros.

Isso já começou 2011 com vitória em Paul Ricard surpreendendo muitos. Em SPA acabou em um sexto lugar a frente de dois protótipos a diesel. Mesmo com a redução de potencia do motor não devemos  esquecer que ainda se trata de um V10 e o que mais existe em Sarthe são retas. É séria candidata a ser a primeira entre os modelos a gasolina.

Henri Pescarolo sempre deixou claro que as medidas de equivalência entre a gasolina e o diesel não são necessariamente equivalente. Com as novas mudanças de fazer barulho e só. Os pilotos também são competentes Collard tem vários títulos (Kart, F. Renault, SSIR, SEMA e LMS) além de vitórias em Sebring e Daytona e um segundo lugar em Le Mans com Porsche Rs Spyder. Tinseau é vice-campeão da LMS e Asian LMS possui vitórias em SPA e Paul Ricard. Julien Jousse é vice-campeão da World Series e competiu na classe GT1 pela equipe Luc Alphand.

Henri PescaroloEsqueça o diesel novamente. Iremos bater de frente com a  equipe Rebellion, cujo chassis Lola teve um grande progresso. A Zytek é uma aposta segura, o Aston oficial será a surpresa, mas não devemos esquecer o Aston Kronos deve ir muito rapido. O Pescarolo da OAK serão nossos aliados “.

J5-HTTT_2011_JS_271


Equipe: ASN Team
Carro: Zytek 09SC #20
Motor: Zytek 3.4 Litros
Pneus: Dunlop 
Pilotos: Olivier Plá, Miguel Amaral, Warren Hughes.

A equipe que subiu de nível vindo da P2 tem um bom histórico. Foi campeã da LMS em 2009. Para 2011 a equipe manteve carro e pilotos. O carro se mostrou rápido em Paul Ricard ficando em segundo lugar na classificação, mas com problemas de um pneu furado ficando a 10 voltas dos líderes. A equipe competiu em SPA e conseguiu novamente um segundo lugar na classificação. Estava liderando entre os modelos a gasolina quando teve problemas com o motor. Pode surpreender em Le Mans na briga pela liderança dos modelos a gasolina.

Entre os pilotos  Oliver Plá já obteve 3 vitórias na LMS além do campeonato de 2009. Miguel Amaral é o gentleman drive e ajudou a equipe nos últimos anos.

Mauricio Pinheiro chefe de equipe “ Se deixarmos de lado Audi e Peugeot nosso principais concorrentes seriam Rebellion e OAK Racing são nossos concorrentes diretos e acreditamos que todos estão próximos nos tempos de volta, por isso a corrida deve ser decidida em favor de quem tem o menor número de problemas, ou que tenha sido o mais rápido para resolvê-los. Sem dúvida, esta será uma luta muito interessante e emocionante, com equipes que merecem o nosso respeito, mas não estamos com medo. “

2011_Le_Mans_Deco_LolaKronos

Equipe: Kronos Racing #22
Carro: Lola Aston Martin
Motor: Aston Martin V12
Pneus: Dunlop
Piloto: Vanina Ickx, Bas Leinders, Maxime Martin

A equipe que tinha a segunda reserva foi pega de surpresa e está aprontando o carro a toque de caixa. O carro em 2010 foi da Signature que se mudou para a classe LMP2. A equipe que tem título no Rally pelas mão de Sebastian Loeb. A Kronos também está associada a Marc VDS Racing que compete na FIAGT com Ford GT. O carro que já foi campeão da LMS em 2009 pode não ser um franco favorito mas o som de seu motor V12 com certeza fará sucesso entre os espectadores.

O carro competiu apenas no teste em Le Mans dando suas 14 voltas para testar e ver se tudo estava funcionando perfeitamente, tanto que o teste foi interrompido por problemas no tanque de combustível.

Entre os pilotos Vanina Ickx conheçe bem o carro já que competiu com ele ano passado. Será sua 7º participação em Le Mans. Leiders tem uma boa reputação com títulos na F. Ford, Opel e F. 3 além de ter sido piloto de testes da equipe Minardi na F1. Maxime Martin é estreante entre os protótipos e já ganhou um campeonato da FIAGT.

Marc Van Dalen chefe de equipe. “Acima de tudo terminar a corrida e, de preferência sem nenhum incidente. Seria, dadas as circunstâncias, já uma grande vitória para toda a equipe e nossos parceiros que nos apoiaram. Esperamos agitar o espectador graças ao som  mágico dos 12 cilindros do​ ​Aston! “

J5-TestDay_JS_033

Equipe: Aston Martin Racing #009
Carro: Aston Martin AMR ONE
Motor: 6 cilindros turbo 2litros
Pneus: Michelin 
Pilotos: Adrian Fernandez, Andy Meyrick, Harold Primat.

A Aston Martin é o terceiro fabricante oficial da disputa. Ao contrário de Audi e Peugeot optou por desenvolver um protótipo aberto e movido a gasolina. As inovações não param por ai. A equipe optou por um motor de 6 cilindros com um compressor. A inovação parece por enquanto o maior problema da equipe.

O não comparecimento em Sebring foi um sinal de que o desenvolvimento seria complicado. O carro apareceu no dia de teste e deu apenas 10 voltas ficando em 25 lugar. O carro #009 deu apenas 2 voltas. Os dois modelos sequer chegaram a marcar tempo.

A equipe não competiu em SPA e optou em testar o carro na pista espanhola de Aragon. Sem maiores progressos seu futuro em Sarthe é complicado. Se completa a prova será realmente uma vitória.

Os pilotos são experientes. Christian Klein já competiu na F1 e em 2008 ficou em terceiro em Sarthe com Peugeot. Stefan Mucke é campeão da LMS em 2009. Darren Turner tem passagem pela ALMS, LMS e FIAGT. Adrian Fernandez é campeão da ALMS em 2009 além de passagem Indy e Grand-Am. Harold Primat tem pódios em Sebring e vitória na Asia LMS. Andy Meyrick tem pódio em Sebring e Laguna Seca.

George Howard chefe da equipe e os planos para a corrida.Nossas esperanças são realistas para Le Mans, se baseia no número de quilómetros percorridos com o carro. Este ano, as 24 horas serão para nós um novo estágio de desenvolvimento do carro em condições de corrida. “
Published
11 anos ago
Categories
24 Horas Le MansALMSAudiILMCLe Mans ClassicLMSPetit Le MansPeugeot
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista MTb 6873/SC, formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.