Kits aerodinâmicos errados podem acabar com primeiras etapas do WEC, garante Neel Jani

Neel Jani acredita que escolhas erradas podem acabar com a competitividade em Silverstone. (Foto: AndrewLofthousePhotography)

Neel Jani acredita que escolhas erradas podem acabar com a competitividade em Silverstone. (Foto: AndrewLofthousePhotography)

A primeira etapa do Mundial de Endurance, que acontece entre os dias 14 e 16 de abril em Silverstone, pode ter o efeito contrário do os fãs estão acostumados a assistir. De acordo com Neel Jani, campeão pela Porsche em 2016 , a escolha dos kits aerodinâmicos por Porsche e Toyota podem prejudicar o andamento da prova.

Os novos regulamentos do WEC, reduziram o número de kits aerodinâmicos de três para dois, durante toda temporada. Ainda segundo as regras cada  kit, deve ser homologado antes da primeira utilização. A Toyota já confirmou que vai correr em Silverstone com seu kit de alta pressão aerodinâmica, assim qualquer alteração será quase nula para, quando forem realizadas etapas após Le Mans.

Por outro lado a Porsche, não divulgou qual kit vai utilizar na prova. Jani acredita que a escolha do kit de baixo downforce, pode arruinar as pretensões do time alemão em Silverstone.

“No ano passado você poderia fazer um kit de downforce para cada corrida – para a primeira parte, meio e segunda parte da temporada”, disse Jani ao site Motorsport.com.

“Agora, com dois kits de downforce o desafio na estratégia será maior. Você desenvolve seu kit Le Mans até o final, ou seu kit de downforce alta até o final?”

“Poderíamos acabar indo para Silverstone com dois carros completamente diferentes e não teremos chance de uma luta entre os dois fabricantes.”

“Poderia ser difícil se estivermos em baixa pressão contra a Toyota em uma configuração de alta pressão. Poderíamos estar lutando pelo terceiro e quarto. Espero que não seja assim, seria uma vergonha. Não é bom para o campeonato. “

Para a segunda etapa do WEC em SPA, a Toyota já confirmou o uso do kit de de alta pressão para dois TS050. O terceiro vai estrear o kit específico para Le Mans.

Jani não acredita que a Porsche vai ter dois setups diferentes para cada carro na prova belga. “A história mostrou que sempre competimos com ambos os carros na mesma configuração”, disse o piloto suíço.

“Spa é a última corrida antes de Le Mans, então eu tenho certeza que temos de ir com um de kit baixo downforce. É isso que temos feito nos últimos anos. Eu não posso confirmar, mas eu acho que vamos fazemos isso.”

“Não faz sentido para nós fazermos outra coisa. Não vejo nenhuma razão para mudar isso.”

 

Written by Fernando Rhenius
Jornalista MTb 6873/SC, formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.