Entrevista com Dr. Wolfgang Ullrich da Audi

Audi R18

Este ano a Audi luta em diversas frente. Com novos carros na DTM, programa nas 24 horas de Nurburgring com os modelos R8, Rolex com o R8 GT3 e é claro com o novo R18 e-tron quattro em Le Mans. Seu diretor técnico Dr. Ullrich fala das expectativas e dificuldades desde ano cheio de emoção. A entrevista foi feita para o site endurance info.

P. Como será com o novo Audi R18?
R.”É claro que temos que fazer algo inteiramente novo. Neste sentido, uma nova era apenas começou, e como sempre, a Audi está envolvido como um projeto pioneiro desde o primeiro dia deste programa. Nossos colegas dos modelos de produção em série também estão envolvidos.

P. Audi vai apostar todas as suas fichas nos dois modelos híbridos ou o Diesel ainda predomina?
R. Este foi o caso em 1999, com o R8R e R8C. O motor TDI inventado pela Audi ainda é o mais eficiente do mundo. Nós provamos em Le Mans desde 2006. Não é por acaso que o turbo diesel está invicto há seis anos, apesar de um regulamento corrigido. Estamos convencidos de que o TDI ainda tem muito potencial. É por isso que a Audi não vai se apoiar apenas no modelo híbrido e de produção, mas também em paralelo com o desenvolvimento de veículos equipados com uma transmissão convencional. A combinação TDI e híbrido é interessante e promissor. Este é exatamente o que vamos fazer com o R18 quattro e-tron.
O potencial do híbrido é importante, sabendo que este motor está ainda na sua infância. Há muitos obstáculos, como o peso do sistema de armazenamento de energia para a produção em massa. Hoje continuamos a nos beneficiar do trabalho feito por nossos colegas que desenvolvem modelos de produção, porque eles têm estudado o assunto mais do que nós. Eu acho que automobilismo pode acelerar o desenvolvimento de novas tecnologias. Nos últimos meses, muitas idéias boas que queremos implementar no futuro já surgiram. “

P. Então o R18 e-tron será portanto a base de certas técnicas utilizadas a média prazo para carros de produção em série?
R. “Audi sempre escolheu os campeonatos e corridas que têm uma estreita relação com a produção e os clientes da Audi . Quattro, TFSI e TDI são três excelentes exemplos de como automobilismo tem estimulado o desenvolvimento de veículos de produção.Este é também o que acontece com o quattro e-tron. Nós testamos uma tecnologia completamente nova na pista antes de ser instalado nos carros Audi. A eficiência e peso são particularmente importantes no automobilismo. É exatamente isso que um veículo híbrido e do potencial de tal tecnologia será explorada mais rapidamente graças à nossa participação em Le Mans

P. Equivalência; Será posta a prova novamente?
R. O ACO e da FIA enfrentarão uma tarefa complicada. Com tecnologias diferentes, é cada vez mais difícil encontrar o melhor compromisso. O maior problema é que a Audi e Peugeot estavam sozinhos com motores a diesel nos últimos anos, não só porque o motor TDI foi o motor mais potente do mundo, mas também porque nenhum outro concorrente foi capaz de desenvolver um LMP1 equipado com um motor a gasolina que fizesse frente ao diesel. É por esta razão que o diesel foi “contido” para 2012, e acreditamos que o motor diesel tornou-se uma desvantagem no papel. No entanto, estamos prontos para o desafio com a convicção de que o ACO e a FIA vão tomar as decisões certas para o futuro. No que diz respeito à emissão do híbrido, podemos facilmente avaliar as vantagens e desvantagens com a nossa abordagem dupla, uma vez que a base do ultra-R18 é idêntico ao do R18 quattro e-tron. O sistema híbrido é a única diferença”
Published
10 anos ago
Categories
24 Horas Le Mans5 perguntasAudi
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista MTb 6873/SC, formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.