Wayne Taylor Racing vence em Mid-Ohio pela IMSA

(Foto: Divulgação)

Ricky Taylor e Filipe Albuquerque venceram na tarde deste domingo (15), a etapa de Mid-Ohio da IMSA. A dupla do Acura #10 da Wayne Taylor Racing não enfrentou problemas.

Taylor levou o #10  a uma vitória de 2.098 segundos sobre o Acura #60 da Meyer Shank Racing de Tom Blomqvist e Oliver Jarvis. Enquanto Albuquerque assumiu a liderança do pole position Sebastien Bourdais no início, o #01 da Chip Ganassi Racing se recuperou para retomar a posição na volta 9 e estender a vantagem de quase seis segundos.

Leia também: Prema vence pela segunda vez no European Le Mans Series em Imola

Resultado completo

A corrida da CGR, no entanto, tornou-se perdida, quando Renger van der Zande e Taylor fizeram um leve contato enquanto lutavam pela liderança, resultando em um giro do holandês. Nenhuma outra ação foi feita pelos funcionários da IMSA, que viu van der Zande cair para sexto, mais de 20 segundos atrás. Van der Zande e Bourdais terminaram em quinto.

Taylor conquistou a quarta vitória na pista, enquanto Albuquerque conquistou vitórias consecutivas nos últimos dois anos. O Cadillac #31 da Action Express Racing de Pipo Derani e Tristan Nunez completou o pódio em terceiro depois de não conseguir igualar o ritmo absoluto dos Acuras.

Nunez foi um dos vários pilotos a parar no início da corrida de duas horas e 40 minutos na tentativa de uma estratégia diferenciada, que acabou não dando certo. Earl Bamber e Alex Lynn conduziram o Cadillac #02 da CGR para um quarto lugar, com o Cadillac #5 da JDC-Miller Motorsports de Tristan Nunez e Richard Westbrook ficou em sexta posição.  

Na classe LMP2 a vitória ficou com o Oreca #81 da Dragon Speed de Juan Pablo Montoya e Henrik Hedman, apesar de uma penalidade no final da corrida para o colombiano que bateu no  líder da classe o #11 da PR1/Mathiasen Motorsports de Jonathan Bomarito.

Os dois carros se encontraram pela primeira vez na curva Keyhole com 25 minutos para o final, resultando em uma penalidade de drive-through para Montoya por responsabilidade pelo incidente. Tendo saído das boxes a menos de cinco segundos do ex-piloto de fábrica da Mazda, Montoya rapidamente recuperou o terreno perdido e fez mais contactos com Bomarito antes de retomar a liderança nos últimos dez minutos.

Ele cruzou a linha 13,652 segundos à frente de Bomarito, que dividia a pilotagem com Steven Thomas. A dupla do #20 da High Class Racing de Anders Fjorbach e Dennis Anderson completou o pódio em terceiro. Colin Braun e Jon Bennett, da CORE Autosport, conquistaram a vitória na classe LMP3 com o Ligier #54.

Braun terminou 1 volta à frente do #30 da Jr III Racing , com o#74 Riley Motorsports  de Felipe Fraga completando o pódio da classe em terceiro.

McLaren conquista vitória na classe GTD

Jordan Pepper ultrapassou Bill Auberlen e colocou a Inception Racing em primeiro lugar na classe GTD. 

Pepper, no McLaren #79 da Inception superou Auberlen com menos de cinco minutos restantes, com os dois carros tentando economizar combustível. Pepper, que dividiu a condução com Brendan Iribe, completou um stint final de 1 hora e 25 minutos com combustível e o mesmo conjunto de pneus.

Auberlen e Robby Foley terminaram em segundo no BMW M4 GT3 da Turner Motorsport, seguidos pelo BMW Paul Miller Racing de Bryan Sellers e Madison Snow.

O #27 The Heart of Racing de Maxime Martin perdeu um final infalível entre os cinco primeiros da classe depois de parar na última volta para o combustível.

 

Published
2 meses ago
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista MTb 6873/SC, formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.