Porsche conquista pódios nas 24 Horas de Le Mans Virtuais

(Foto: Divulgação)

A Porsche Esports Team garantiu o segundo lugar na categoria GTE nas 24 Horas virtuais de Le Mans, que foi realizada no último final de semana. Laurin Heinrich, Martin Krönke, Mitchell deJong e Mack Bakkum ficaram a apenas 34 segundos de vencer o BMW M8 GTE do Team Redline. O terceiro lugar foi para o 911 RSR da Proton Competition,pilotado por Charlie Collins, Dayne Warren, Dylan Pereira,Andreas Bakkerud e Sindre Furuseth.

Esta é a segunda vez que a edição virtual do clássico francês de resistência é disputada após 2020. A Porsche Esports Team enfrentou a corrida na plataforma do simulador rFactor 2 como campeã. Mais uma vez, pilotos profissionais  do mundo real do automobilismo compartilharam os cockpits. A vitória no geral ficou com a equipe Realteam Hydrogen Redline, com um Oreca 07. 

Resultado final da prova

“Foi uma incrível corrida de 24 horas. Foi emocionante do primeiro ao último segundo”, afirmou Marco Ujhasi, gerente de esports da Porsche Motorsport.

 “Demos tudo e conseguimos mais do que era realmente possível. Os pilotos fizeram um trabalho brilhante. Infelizmente, tivemos azar com nosso carro 92 quando foi atingido. No geral, estamos satisfeitos, embora seja um pouco decepcionante com um resultado tão próximo. Após nossa intensa preparação com quase 10.000 voltas de treino, a equipe fez um grande esforço e demonstrou um tremendo espírito de luta. O incentivo e o apoio foram incríveis. Parabéns ao M8 GTE da BMW-Team Redline. Eles fizeram uma corrida impecável e venceram.”

O #91 foi um dos favoritos para uma vitória de classe até o final da corrida de 367 voltas no circuito de Le Mans. O 911 RSR foi capaz de compensar a ligeira desvantagem de suas passagens mais curtas de 14 voltas entre as paradas de reabastecimento em comparação com o M8 GTE da BMW-Team Redline com tempos de volta mais rápidos. Depois de seis horas e meia, entrar no pit lane muito rápido resultou na penalidade de stop-and-go que custou ao Porsche 47 segundos – um déficit que o veículo não conseguiu compensar nas 18 horas restantes, apesar do ataque total e da impecável atuação.

O Porsche virtual #92 teve menos sorte. O carro pilotado pelo atual campeão da Porsche TAG Heuer Esports Joshua Rogers, Ayhancan Güven e Tommy Östgaard  – os vencedores da corrida de 2020 – assim como o piloto americano da Indy Car Sage Karam liderou a classe GTE durante a noite. No entanto, pouco antes do amanhecer, o carro foi atingido por um LMP2 nas curvas da Porsche. Depois de bater com força nas barreiras, o carro foi forçado a abandonar.

O terceiro lugar foi para o Porsche 911 RSR virtual nº 77 da Proton Competition, que foi inscrito pela Coanda Esports. No início da corrida, o veículo recebeu uma penalidade de drive-through após uma largada e, consequentemente, perdeu terreno. O piloto de fábrica da Porsche Matt Campbell, Loek Hartog e Kevin van Dooren, bem como  Jeremy Bouteloup, fizeram uma investida promissora nos adversários. Depois de duelar volta após volta com a Ferrari #51, com duas horas restantes, eles passaram para o terceiro lugar. O carro irmão #88 da Proton perdeu quatro voltas após uma violação de regra na noite de sábado, mas ainda terminou em décimo segundo na categoria GTE. O Porsche #87 da GR Wolves Racing levou a bandeira na P11, com os dois carros do Project 1 xBPM terminando a corrida de 24 horas nas posições 14 e 15.

Published
4 meses ago
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista MTb 6873/SC, formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.