BMW termina as 24 Horas de Daytona com resultado mediano

(Foto: BMW)

As  24 Horas de Daytona provaram ser um duro teste para as equipes que estavam com o novo BMW M4 GT3. Após uma corrida cheia de desafios, os dois carros da BMW M Team RLL cruzaram a linha de chegada em sétimo e nono lugares na classe GTD-PRO.

 Ambos os carros sofreram problemas com a parte inferior da carroceria no início da corrida. O trabalho teve que ser realizado no difusor traseiro várias vezes, o que custou muito tempo e viu os dois carros perderem muitas posições. A Turner Motorsport fez uma reviravolta impressionante na classe GTD e estava entre os cinco primeiros até ser forçado a abandonar após um incidente durante a noite. 

“Foi uma corrida difícil”, disse Mike Krack, chefe da BMW M Motorsport. “Queríamos reduzir ao mínimo o número de erros e, se possível, fazer com que todos os BMW M4 GT3 passem pela corrida sem incidentes. Infelizmente, não conseguimos isso. O carro da Turner Motorsport não conseguiu terminar a corrida após um contato, e ambos os carros da BMW M Team RLL encontraram problemas e terminaram a corrida em sétimo e nono lugares. Embora tenhamos feito muitos quilômetros de teste durante a fase de desenvolvimento, isso mostrou que um passeio em condições de corrida apresenta desafios adicionais. Devemos trabalhar juntos para melhorar a confiabilidade, as operações e o desempenho, pois não conseguimos acompanhar o ritmo dos líderes em nenhum momento da corrida. Vamos agora analisar todos os resultados para garantir que voltamos à frente novamente nas 12 Horas de Sebring. Gostaria de parabenizar a Team Pfaff Motorsports pela vitória na primeira corrida da nova classe GTD-PRO. Hoje foi a minha última corrida com a BMW M Motorsport. Gostaria de ter me despedido com um resultado top. Quero agradecer a todos os meus colegas, equipes e pilotos pela cooperação confiável nos últimos anos”, disse. 

Dividindo as funções de direção no BMW M4 GT3 #25 John Edwards, Connor De Phillippi, Augusto Farfus e Jesse Krohn. Eles terminaram em sétimo em sua classe após 698 voltas. O segundo carro, com Philipp Eng, Sheldon van der Linde, Marco Wittmann e Nick Yelloly, chegou em nono na classe GTD-PRO. 

Na classe GTD, o #96 da Turner Motorsport BMW M4 GT3 começou na parte de trás do grid, mas eles foram para a ofensiva nas primeiras horas e conseguiram voltar para os cinco primeiros. Alternando no cockpit estavam Bill Auberlen, Robby Foley, Michael Dinan e o piloto da BMW M, Jens Klingmann.  No entanto, o carro foi danificado em uma colisão durante a noite e, consequentemente, teve que abandonar. 

A BMW M Team RLL e a Turner Motorsport agora têm cerca de seis semanas até o segundo destaque do Campeonato IMSA WeatherTech SportsCar desta temporada em Sebring. A eles se juntarão a Paul Miller Racing com um BMW M4 GT3 na classe GTD.

 

Published
5 meses ago
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista MTb 6873/SC, formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.