Core Autosport é a nova equipe da Nissan na IMSA

Core Autosport compete com Nissan DPI em 2019

(Foto: Divulgação)

Depois de dissolver a parceria com a Extreme Speed Motorsports, a Nissan e a Core Autosport, que competiu nesta temporada com um protótipo Oreca, vai ser a nova parceria do fabricante japonês na IMSA. O anúncio foi nesta sexta-feira, 30.

O novo protótipo da equipe será o Nissan DPi, montado sob um chassi Ligier JS P217. A equipe de Jon Bennett comprou os dois protótipos da ESM, além das peças de reposição.

“Desde que a IMSA anunciou a divisão da classe de protótipos, nosso objetivo era entrar na DPi”, disse Morgan Brady, diretor de operações CORE. “Embora estivéssemos na direção do LMP2 em 2019, em questão de dias, o programa Nissan DPi tornou-se uma realidade e não poderíamos passar essa oportunidade para competir pelas vitórias gerais.

John Bennet e Braun serão os pilotos para o próximo ano, adicionando Romain Dumas e Loic Duval para Sebring. Dumas fará parte das etapas de Sebring, Watkins Glen e Petit Le Mans.

“Estou muito grato que as peças se uniram para que o CORE execute um programa DPi, mesmo que seja um pouco tarde demais“, disse Bennett. “Se alguém puder se unir e deixar este Nissan pronto para Daytona, são os mecânicos da CORE. Com Colin, Romain e Loïc voltando para nós em 2019, estou super confiante de que teremos sucesso. ”

A equipe ESM deve competir na próxima temporada, resta saber com qual equipamento e em qual classe.

Published
2 semanas ago
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *