Augusto Farfus disputará o WTCR em 2019 pela Hyundai

Brasileiro também vai competir no Mundial de Endurance

(Foto: Divulgação)

Poucos dias após ser campeão da Copa do Mundo de GT, em Macau, Augusto Farfus anuncia mais uma novidade para 2019, que será cheio de importantes desafios. O curitibano estará focado nas etapas do WEC (Campeonato Mundial de Endurance) e também nas principais provas de GT do automobilismo mundial com a BMW. Além disso, ele fará sua estreia no WTCR, a nova Copa Mundial de Carros de Turismo da FIA, disputando a temporada completa.

No FIA-WEC, Farfus divide a condução da BMW M8 GTE #82 com o português António Félix da Costa. O próximo desafio da Super Temporada 2018/2019 para a dupla será em Sebring, na Flórida, em março, com o fim do campeonato nas 24 Horas de Le Mans, em junho. Ele também vai participar das mais importantes provas de GT, como a legendária 24 Horas de Nürburgring-Nordschleife, onde o brasileiro foi campeão em 2010.

Paralelo às suas atividades como piloto de fábrica da BMW, ele volta a disputar um campeonato mundial de carros de turismo. Entre 2007 e 2010, Augusto competiu com a BMW no WTCC, tendo como melhor resultado o 3º lugar geral em 2009. Neste ano, o WTCC se juntou ao TCR Series, dando início ao novo FIA WTCR. Para 2019, Farfus foi convidado a integrar a equipe BRC Racing Team, ao lado do italiano Gabriele Tarquini, o holandês Nick Catsburg e o húngaro Norberto Michelisz, correndo com o Hyundai i30 N TCR. Como a BMW não participa do campeonato, Augusto contou com a liberação da montadora bávara para competir na categoria por uma equipe privada e um carro de outra marca.

“Estou muito animado para 2019. Meu programa principal será com a BMW no WEC e em provas internacionais de GT. Eu adoro as corridas de GT e mal posso esperar para competir de novo com a BMW M8 GTE e a BMW M6 GT3. Nosso objetivo no WEC é continuar evoluindo e conseguir nossa primeira vitória no campeonato em breve. Também estou ansioso para voltar à Nordschleife, onde corri bastante nos últimos anos e espero vencer novamente”.

“E também será muito legal retornar ao Campeonato Mundial de Carros de Turismo. Sou muito grato à BMW por me darem a liberdade de participar de um projeto paralelo, um programa menor no WTCR, e por entenderem que um piloto é movido a desafios e que quer estar sempre correndo. Tenho ótimas lembranças da época do WTCC, que deu origem a esse novo campeonato, então espero que a gente tenha um ótimo ano lá também”, comentou o piloto. 

No WTCR, os carros são baseados em modelos de rua, mas todas as equipes são “customer teams” (equipes clientes), visto que não há o envolvimento direto das montadoras. O calendário 2019 do campeonato ainda não foi oficializado, mas, seguindo as datas deste ano, o campeonato tem 10 etapas triplas, e passa por Marrocos, Hungria, Alemanha, Holanda, Portugal, Slovaquia, China, Japão e Macau.

Published
1 semana ago
Categories
WTRC
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *