Após nove anos European Le Mans Series retorna ao circuito de Monza

Sete aos depois muita coisa mudou. (Foto: ELMS)

Sete aos depois muita coisa mudou. (Foto: ELMS)

A última vez que o European Le Mans Series competiu em Monza foi em 2008. Eram outros tempos, mas não tão longínquos. Vários pilotos e equipes  disputaram a prova que naquele ano foi realizada entre os dias 25 e 27 de abril e tinha um nome pomposo, 1000 km de Monza.

Muita coisa mudou. Em 2008 as classes LMP1 e GT1 ainda estavam presentes no certame, bem como equipes de fábrica como Audi e Peugeot. Em termos de comparação o LMP1 mais rápido em 2008 foi o Audi R10 #1 que obteve a velocidade máxima de 324 km/h. Em 2017 o LMP2 mais rápido foi o Oreca 07 da equipe G-Drive que alcançou 313 km/h.

Resultados 1000 km de Monza em 2008

Resultado 4 horas de Monza 2017

Não deixe de curtir nossa página no Facebook! 

Nas classes GT as mudanças também foram grandes. O Porsche 911 RSR em 2008 da equipe James Watt Automotive cravou 289 km/h. Neste ano a Ferrari #55 da Spirit of Race alcançou 275 km/h.

Entre os pilotos brasileiros que disputaram as duas provas está Fernando Rees que disputou em 2008 pela equipe Barazi Epsilon na classe LMP2 com Zytek 07S. Este ano Rees voltou a pista com o Corvette #50 da Larbre Competition. Thomas Erdos estava no Lola MG da equipe RML.

Última prova da ACO na pista foi em 2008. (Foto: Divulgação)

Última prova da ACO na pista foi em 2008. (Foto: Divulgação)

Voltando para 2017, a G-Drive dominou as 4 horas de Monza, que mesmo com uma penalidade Ryo Hirakawa, Leo Roussel e Memo Rojas superaram o Oreca da equipe Dragon Speed de Ben Hanley, Nicolas Lapierre e Heidman.

A G-Drive e outras quatro equipes sofreram punições por não respeitar o limite de velocidade nos boxes. Mesmo com a punição a vantagem do time russo era confortável, possibilitando retornar ainda na primeira posição.  

G-Drive vence. (Foto: ELMS)

G-Drive vence. (Foto: ELMS)

Na terceira posição o Dallara da equipe High Class Racing que estava na segunda posição, mas acabou perdendo o controle nas voltas finais. Em quarto o Oreca #39 da Graf Racing que chegou a liderar a prova mas acabou enfrentando problemas. O Ligier #25 da equipe Algarve Pro Racing terminou na quinta posição.  Na sexta posição o Ligier da United Autosport que venceu na abertura da ELMS em Silverstone. O LMP2 enfrentou problemas, não conseguindo acompanhar os ponteiros.

Entre os LMP3 a equipe M.Racing – YMR fez dobradinha com o Dallara #19 vencendo, sendo seguido pelo Ligier #18. Em terceiro o também Ligier da equipe Ultimate. A Ferrari da equipe JMW Motorsports venceu na classe GTE. Jonny Cocker, Rob Smith e Jody Fannin, souberam aproveitar as falhas do motor da Ferrari da equipe Spirit of Race na terceira hora de prova, para vencer na classe.

Fannin chegou com uma diferença de 7.962 segundos para o segundo colocado, o Aston Martin #90 da equipe TF Sport. Completando o pódio o Aston #99 da equipe Beechdean AMR.

Equipes britânicas dominam o Le Mans Cup

Prova contou com 20 carros inscritos. (Foto: LMS Cup)

A primeira prova do Le Mans Cup 2017 aconteceu na manhã de sábado. O evento suporte é segundo a ACO o primeiro degrau para novos pilotos iniciaram suas carreiras no mundo do Endurance. Para esta temporada além dos modelos GT3, protótipos LMP3 também são aceitos na série.

Resultado final

Ao todo 20 carros disputaram as 2 horas de prova. Os vencedores nas duas classes foram equipes britânicas.  A equipe Nielsen Racing de Tony Wells e Colin Noble, vencem na classe LMP3, superando o Norma M3 da  DKR Engineering.

Como é comum nas classes amadoras, a prova iniciou sob a intervenção do carro de segurança. O Ligier #43 da equipe KEO Racing acabou batendo no Mercedes #5 da RAM Racing. Sem conseguir se mover o #43 acabou tendo que ser retirado pelo guincho. Já o Mercedes, retornou aos boxes.

Ligier da Nielsen Racing vence. (Foto: LMS Cup)

Ligier da Nielsen Racing vence. (Foto: LMS Cup)

Largado na pole o #3 manteve a primeira posição no reinício da prova.  Já na classe GT3 os primeiros colocados no reinício foram o Audi #75da Optimum Racing, seguido pelo Lamborghini #46 da Ebimotors. A United Autosports também de James McGuire enfrentou problemas com seu Ligier #22, por conta e vazamentos no motor.  

Completando o pódio na classe LMP3 o Ligier #55 da equipe Spirit of Racing, seguido pelo #65 da Graff. Mesmo com um desempenho superior, o Audi da Optimum ficou apenas na segunda colocação. Foi superado pelo Mercedes #7 da equipe Lee Mowle. Completando o pódio na classe o #46 da equipe Ebimotors.

A próxima etapa do Le Mans Cup acontece no dia 17 de junho como preliminar da 24 horas de Le Mans. Batizado de “Road to Le Mans” a corrida conta com 45 carros confirmados para sua segunda edição. A terceira etapa da ELMS acontece no dia 23 de julho em Red Bull Ring na Áustria.

Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.