Nova geração de protótipos LMP2 poderá ter dois ajustes de desempenho por ano

Nova geração de protótipos LMP2 poderá ter dois ajustes de desempenho por ano

(Foto: Oreca)

A próxima geração de carros LMP2 será tecnicamente gerenciada por um processo de ‘Ajuste de Desempenho’ duas vezes por ano, anunciaram o ACO e a FIA nesta sexta-feira, 10.

O presidente da ACO, Pierre Fillon, afirmou durante uma conferência de imprensa em Le Mans que um novo conjunto de regulamentos da classe LMP2 chegará em 2025 e durará até o final de 2030.

O atraso para os carros novos até 2025 foi confirmado em março, para dar mais tempo para a definição dos parâmetros técnicos e garantir que as metas de controle de custos possam ser alcançadas.

Leia também: Veja os detalhes do BMW M Hybrid V8

Durante a coletiva de imprensa de sexta-feira, Fillon revelou que um procedimento ‘AoP’, que ele disse ser diferente do Balance of Performance (BoP) corrida por corrida usado nas classes Hypercar e GT, será introduzido na classe

Os carros LMP2 da próxima geração serão baseados na espinha dorsal dos protótipos LMDh que estão sendo desenvolvidos por empresas de carros de estrada em associação com quatro construtores de chassis: Dallara, Ligier Automotive, Multimatic e Oreca.

Tudo mais justo

O objetivo do AoP é servir como uma estrutura para garantir a igualdade de competição entre as equipes que executam carros de diferentes construtores. Os detalhes de como o processo AoP funcionará são limitados nesta fase.

Sua introdução sob os novos regulamentos ocorre depois que a Oreca se tornou gradualmente o fabricante dominante na classe LMP2 desde 2017.

Vinte e seis dos 27 carros no grid para as 24 Horas de Le Mans deste fim de semana são modelos Oreca 07 

“Não é o equilíbrio do Desempenho”, disse Fillon durante a coletiva de imprensa no Circuit de Le Mans.

“Duas vezes por ano vamos verificar a saída e alguns dos parâmetros relativos ao chassis. O fato de estarmos usando a estrutura LMDh para reduzir as emissões de CO2 e o carro eventualmente poderá se tornar híbrido a longo prazo”, explicou

Published
4 semanas ago
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista MTb 6873/SC, formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.