Manor confirma participação na classe LMP1 com Ginetta

LMP1

A equipe Manor confirmou a participação na classe LMP1 do Mundial de Endurance para a temporada 2018/2019 nesta quarta-feira, 01. O time britânico competiu nos últimos dois anos na classe LMP2, com protótipos Oreca, e escolheu a Ginetta como fornecedora.

O propulsor usado será um Mecachrome V6 de 3,4 litros. “Nós estamos neste campeonato nos últimos dois anos e estamos confiantes de que o tempo certo para mudar de classe”, disse o chefe da equipe John Booth.

“Nós conhecemos as pessoas da Ginetta há muitos anos e acreditamos que, trabalhando juntos, poderemos desenvolver um pacote LMP1 competitivo”.

O diretor esportivo da Manor, Graeme Lowdon, acrescentou: “Eu acho que a categoria LMP1 oferece um desafio fantástico para nós, mas podemos confiar em uma grande experiência adquirida ao longo dos anos, em particular os gastos na Fórmula 1, relacionados à gestão do design, processos de pesquisa, teste e desenvolvimento que são tão importantes para uma equipe bem sucedida da LMP1 “.

Esta foi a primeira equipe que confirmou a comprada de um protótipo da Ginetta. A DragonSpeed, revelou nesta terça-feira, 31, que vai alinhar um protótipo na classe LMP1, mas não definiu qual modelo.

A própria Ginetta tinha divulgado mês passado que, comercializou três carros para um único cliente. “Estou muito satisfeito com a confirmação da TRS Racing e da Manor Endurance por escolher a Ginetta”, disse o presidente da Ginetta Cars, Lawrence Tomlinson.

“As oportunidades para todos os envolvidos aqui são tremendas, para Ginetta, para a equipe e para seus patrocinadores.”

“Assumir corridas de resistência neste nível é um dos desafios técnicos mais difíceis do mundo. É ótimo ter um parceiro de corrida que aprecia esses desafios tanto quanto nós “.

 

Published
5 anos ago
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista MTb 6873/SC, formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.