Hypercars e protótipos LMDh na mesma categoria em 2023

(Foto: Alpine)

A FIA confirmou nesta quinta-feira, 08, a unificação das classes LMH e LMDh. Com a unificação, que passa a entrar em vigor a partir de 2023, os dois tipos de protótipos poderão competir com o mesmo nível de desempenho.

O anúncio foi feito em conjunto com a ACO e IMSA, durante o World Motor Sport Council, em Mônaco. Anunciado inicialmente em Daytona em janeiro deste ano, o trabalho está em andamento para reunir as duas plataformas em uma única categoria, que será regulamentada por meio de um processo de Equilíbrio de Desempenho.

Protótipos LMDh poderão competir tanto no WEC quanto na IMSA. Os Hypercars serão elegíveis apenas no WEC, por enquanto. As entidades não divulgaram quaisquer detalhes sobre a “alteração dos regulamentos” que chegaram, nem detalhes se os carros LMH serão autorizados a competir no Campeonato WeatherTech.

A unificação vem  em um momento em que diversos fabricantes estão desenvolvendo projetos em ambas as plataformas.  A Ferrari, Toyota, Peugeot e Glickenhaus com modelos LMH e a recente confirmação da BMW para se juntar à classe LMDh ao lado de Acura, Audi e Porsche. A Cadillac deve anunciar seu programa nas próximas semanas. 

“Saudamos muito a convergência entre LMDh e LMH. Obrigado às equipes do WEC e da IMSA da FIA”, disse, Fritz Enzinger, chefe da Porsche Motorsport.Isso vai criar um grande show para os fãs de todo o mundo. Estamos ansiosos para entrar na corrida de protótipos novamente”. 

Além da unificação das classes de LMDh e Hypercar, a FIA confirmou que a próxima geração de protótipos será elegível a partir de 2024. Eles serão baseados em chassis LMDh. Uma declaração no WMSC confirmou que “os regulamentos técnicos LMP2 existentes serão mantidos até o final de 2023.”

 

Published
5 meses ago
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista MTb 6873/SC, formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.