Welter Racing visa novamente a “Garagem 56” com LMP movido à gás natural

wr-lmp-8943345341_thumb-25255B1-25255D

A Welter Racing anunciou que pretende voltar à “Garagem 56” das 24 horas de Le Mans com um LMP – o mesmo chassi que fora apresentado em Outubro de 2013 para as categorias LMP1 e LMP2 – movido à gás natural. Porém, o histórico da equipe demonstra o provável fim de tal projeto.

O Green GT, o qual tinha a WR como responsável pelo desenho do modelo, movido por células de combustível de hidrogênio que iria correr em Le Mans ano passado tornou-se um fiasco e mal andou nas pistas.

Além disso, a WR anunciou o desenvolvimento de um chassi que poderia ser usado tanto na LMP1 e LMP2 como também como base para o “Garagem 56”. Eis aqui e nada do LMP2 apresentado, muito menos o LMP1. Pelo menos o “Garagem 56” fora apresentado. O chassi coupé será equipado com um motor de 3 cilindros com 1.6L de deslocamento movido à Gás Natural. Composto por Metano, predominantemente, e por dióxido de carbono. O combustível depositado e o sistema de injeção será em líquido. A construção do modelo terá início no próxim ano e deve ser apresentado nas 24 horas de Le Mans de 2015.

Vale ressaltar que há várias pessoas participando desse projeto que eram ligadas ao departamento de Motores dos programas de motorsport da Renault e da Peugeot do século passado. Um projeto inovador que vive às sombras de fiascos.

*Por Matheus Brandão.

Published
4 anos ago
Categories
201524 Horas Le Mans
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *