Toyota vence corrida quente no Bahrein

20131129163333-e3f36f44_thumb-25255B2-25255D

A última etapa do mundial de endurance no Bahrein, foi provavelmente a mais esperada do ano. Esta seria a primeira vez, (já que a prova de Fuji foi cancelada) que teríamos realmente a Toyota em pé de igualdade com a Audi. Além da batalha entre os dois fabricantes o calor seria o adversário a ser batido por todos, por essa razão que mais da metade da prova foi realizada a noite, mesmo assim o custo foi alto para as equipes. Ao todo 9 carros abandonaram a prova, grande parte por problemas provenientes das altas temperaturas. Até carros inquebráveis como Toyota, Audi acabaram quebrando pelo caminho.

Os vencedores do Toyota #8 Anthony Davidson, Sébasten Buemi e Stéphane Sarrazin, passaram as 6 horas da prova literalmente com o pé embaixo, este era o único jeito de sair da mira da equipe Audi. O melhor Audi até então o #2 teve problemas com o câmbio e também abandonou, o segundo colocado na classe o Audi #1 do trio Lotterer, Fassler e Tréluyer acabou sendo punido por ultrapassar um retardatário com bandeira amarela e deu por encerrada uma disputa direta pela liderança. Só uma quebra tiraria a vitória do #8 e como ela não veio, foi a primeira vitória de fato da equipe este ano no mundial.

1403088_726661907361614_2126454702_o_thumb-25255B1-25255D

Equipe G-Drive vence na LMP2

Já na classe LMP2 os vencedores foram o#26 da equipe G-Drive Racing com Romain Rusinov, Mike Conway que travaram uma bela disputa com o Oreca da equipe Pecom Racing que “deu” o primeiro lugar depois de uma escapada na sequência de curvas que antecedem a grande reta dos boxes. Em segundo o #24 da equipe OAK Racing dos pilotos Oliver Pla, David Heinemeier e Alex Brundle. Fechando o pódio o #41 Zytek Z11SN Nissan da equipe Greaves Motorsport de Bjorn Wirdheim, Jon Lancaster e Wolfgang Reip. Com o resultado os vencedores do campeonato na LMP2 foram os pilotos do carro #35 da OAK Racing que acabaram na quarta posição Baguette, Gonzales e Plowman.

AF Corse vence e fatura campeonato em cima da Aston Martin

AF Corse vence e fatura campeonato em cima da Aston Martin

.

Na classe GTE-PRO uma bela disputa entre Porsche e Ferrari culminou com o primeiro lugar para o #51 da equipe AF Corse da dupla Bruni e Vilander, em segundo o Porsche #91 de Bergmeister e Pilet e fechando o pódio a Ferrari #71 de Kobayashi e Fisichella. A “sorte” para os vencedores da prova começou quando o Aston Martin #97 que liderava o campeonato até então, enfrentou vários problemas durante a prova e acabou abandonando.

Aston Martin vence na GTE-AM

Aston Martin vence na GTE-AM

O segundo carro da equipe o #99 aonde compete Bruno Senna também apresentou problemas e não completou a prova, deixando a briga entre Ferrari e Porsche. Com o resultado a Ferrari que não foi uma das favoritas neste ano acabou levando o título mais pela constância do que pelo desempenho do carro.

Se na PRO a Aston teve um péssimo dia, não podemos dizer o mesmo da divisão AM. Lá os vencedores foram Nicki Thiim, Christofeer Nygaard e Kristian Poulsen. Em segundo veio a Ferrari#81 da 8Star Racing e fechando o pódio a Ferrari #61 da equipe AF Corse. O brasileiro Fernando Rees que compete com o Corvette #50 da equipe Larbre Competition terminou em 4º na classe. Abaixo o resultado final da prova e do campeonato.

Resultado final das 6 horas do Bahrein

World Endurance Drivers Championship:

1. Loïc Duval/Tom Kristensen/Allan McNish – 162 pontos
2. Andre Lotterer/Marcel Fässler/Bénoit Tréluyer – 149,25
3. Anthony Davidson/Stéphane Sarrazin/Sébastien Buemi – 106,25
4. Alexander Wurz/Nicolas Lapierre – 69,5
5. Mathias Beche – 63,5
6. Nicolas Prost – 60
7. John Martin/Roman Rusinov/Mike Conway – 53
8. Nick Heidfeld – 48
9. Lucas Di Grassi/Marc Gené/Oliver Jarvis – 45
10. Bertrand Baguette/Martin Plowman/Ricardo González – 44,5

FIA Endurance Trophy for LMP2 Drivers:

1. Bertrand Baguette/Martin Plowman/Ricardo González – 141,5 pontos
2. Alex Brundle/David Heinemeier-Hänsson/Olivier Pla – 132,5
3. John Martin/Roman Rusinov/Mike Conway – 132
4. Luis Perez-Companc/Pierre Kaffer/Nicolas Minassian – 110
5. Tor Graves – 56
6. Jacques Nicolet – 51
7. James Walker – 44
8. Tom Kimber-Smith – 40
9. Björn Wirdheim – 37
10. Keiko Ihara – 35

World Endurance Cup for GT Drivers:

1. Gianmaria Bruni – 145 pontos
2. Giancarlo Fisichella – 135
3. Darren Turner/Stefan Mücke – 125,5
4. Marc Lieb/Richard Lietz – 123
5. Toni Vilander – 108
6. Patrick Pilet/Jörg Bergmeister – 99,5
7. Kamui Kobayashi – 98
8. Bruno Senna – 94
9. Fréderic Makowiecki – 73,5
10. Romain Dumas – 72

FIA Endurance Trophy for GTE-AM Drivers:

1. Jamie Campbell-Walter/Stuart Hall – 129
2. Enzo Potolicchio/Rui Águas – 128
3. Jean-Karl Vernay/Raymond Narac – 120
4. Patrick Bornhauser/Julien Canal – 97
5. Christoffer Nygaard/Kristian Poulsen – 94,5
6. Christian Ried/Gianluca Roda/Paolo Ruberti – 76,5
7. Fernando Rees – 73
8. Christophe Bourret e Matt Griffin – 68
10. Davide Rigon – 67

Published
5 anos ago
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *