Para você pensar.

001

O Gato preto que está ai todo imponente na soleira da janela foi meu melhor amigo por muitos anos. Sempre fui uma pessoa tímida para fazer amizades e como todo adolescente sofreu em uma cidade do interior por inúmeros motivos. Infelizmente muitas vezes pagamos pela ignorância do povo do interior. Mais é claro que tive momentos bons, e um deles foi o gato preto ai em cima. Seu nome era Bonga. Ganhou este nome por causa de um filme do didi “Bonga o vagabundo” na história didi não era muito chegado ao trabalho e passava o dia dormindo. O meu Bonga não era diferente. Por ser um gato castrado passar o dia ao redor da família dormindo ou comendo. Como era o único gato preto da rua todos olhavam ele com descrença ou preconceito. Coisa típica de cidade do interior. Eu era o único a pegar ele no colo e por muitas vezes ele entrou escondido em casa para dormir comigo na cama. Coisas de criança. O tempo foi passado e em 1999 ele foi para o céu dos gatos depois de 12 anos ao meu lado. Desde então seja num nick de IRC ou em sites que desenvolvi o “Bonga” sempre está presente de alguma forma. O blogger “Bongasat” surgiu em 1999 aonde escrevia sobre várias coisas e com o tempo acabei direcionando ele para o automobilismo. Foi um jeito de homenagear um amigo legal e leal que todos os dias depois da aula me esperava nesta mesa soleira. Eu podia ter tirado nota baixa, brigado com Deus e o mundo que ele sempre estava lá e quando me via abrir a porta descia e se enroscava na minha perna e íamos brincar.

Depois que me mudei para o litoral certo dia entrei em petshop e me deparei com um filho preto, sarnento e cheio de pulgas. Podia ser mais um cachorro querendo uma casa mais esse me chamou atenção. Desde o momento que entrei no estabelecimento ele girava seu rabo em forma de espiral e não não horizontal como a maioria dos cachorros. Tinha que levar ele para casa de qualquer maneira. Se foi ele que me escolheu ou eu que escolhi ele não sei. Adorei ele em 2003 e hoje ele vive na casa dos meus pais, ainda o considero meu cachorro e sempre que posso vou lá passar alguns momentos com ele. Todas as vezes que ele escuta o carro dobrando a esquina já late parece pressentir que estou chegando.

Por que estou escrevendo isso hoje? Uma homenagem? Sim… uma homenagem tardia? Com certeza. Resolvi escrever depois de ter visto ontem o filme “Sempre ao seu lado”. Estava a tempos buscando ele e ontem finalmente consegui assistir. Já tinha chorado vendo Marley e Eu e ontem não foi diferente…foi sim eu chorei muito, mais muito mesmo. Nestes tipos de filme sempre se retrata o sofrimento dos seres humanos quando um animal de estimação morre. Todos choram, vêem fotos, relembram histórias. E o cachorro? Ou o gato? Alguém já retratou o que se passa pela ótica deles? Foi complicado segurar as lágrimas. Porém o filme me fez pensar. Depois que seu dono morreu o cachorro ficou nove anos esperando ele voltar NOVE! todos os dias na estação de trem.  Que pessoa ou amigo você pode esperar tamanha fidelidade? E eu não estou falando daquele amigo que te convida para ir tomar uma cerveja no bar, ou aquele amigão que só lembra de você quando está sem dinheiro ou a sua amiga periguete que pede emprestado sapato, roupa ou aquela xicara de açúcar.

OgAAACVByJaSum5mjE20mLxx_vxVsZDEsGWa8H3CVc1X65hyfyfFbHBvqIb4mE1OzA5Lsqvk21yJ_8CbXclJINtbX44Am1T1UDLtZaCTCTEC7ZxWdVeRBwB4jZO2 O “jaguarão” Lilo

Sempre fui muito criticado por preferir muitas vezes um animal do que uma criança por exemplo. Ouvi pérolas do tipo “ para que gastar com ração ao invés de ajudar uma instituição que ajuda crianças?” Pelo simples fato que 99% das pessoas pensam assim gastam, investem em escolas, principalmente nesses bairros pobres aonde se faz filho como se troca de roupa. Para depois essas mesmas pessoas ou “jovens” roubarem, assaltarem nossas casas ou aliciar pessoas de bem. Um cachorro não se importa se você é rico, pobre se tem silicone ou se tem 1000 contatos no orkut ele apenas gosta de você pelo que você é e não pelo que tem.

A algum tempo vindo para o trabalho cruzei com um catador de papel comendo os restos que conseguiu no lixo embaixo de uma arvore e dividia o pouco que tinha com seus 3 cachorros. Que mulher fica com seu marido ou namorado depois que ele perde tudo? Aonde está o amor que é “eterno enquanto dure”. Pura hipocrisia. Por isso se você tem um cachorro, gato, peixe de um pouco de atenção para ele. Dedique algum tempo do seu dia para o seu animal de estimação. Ele não vai pagar suas contas, nem te arrumar um emprego ou mulher melhor mais com certeza vai te dar muito amor, carinho e principalmente fidelidade.

Published
9 anos ago
Categories
Sem categoria
Comments
1 Comment
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

One comment on “Para você pensar.

  1. Como uma pessoa que odeia um animal pode gostar de um ser humano? Impossível. Um animal te dá o que vc precisa, sem nem precisar pedir…é sentimento puro, amor incondicional e verdadeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *