Felipe Nasr e Christian Fittipaldi vivem extremos em Sebring

Felipe Nasr (centro) comemora com os companheiros no pódio  (José Mário Dias)

Felipe Nasr comemora com os companheiros no pódio. (José Mário Dias)

Uma das pistas mais exigentes do calendário do endurance mundial, Sebring recebeu neste sábado (17) a segunda etapa do IMSA WeatherTech Sportscar Championship 2018 e mais uma vez não faltou emoção na disputa da 66ª edição de sua tradicional 12 Horas.

Apesar de não repetir a vitória e a dobradinha das 24 Horas de Daytona, realizadas no final de janeiro, a equipe Action Express Racing lutou do começou ao fim com seus trios e chegou a mais um pódio. Felipe Nasr, Eric Curran e Mike Conway terminaram em terceiro lugar com o #31 Whelen Engineering Cadillac DPi-V.R e assumiram a liderança da competição, com 62 pontos.

Já os campeões de Daytona, Christian Fittipaldi, João Barbosa e Filipe Albuquerque, viram suas chances de brigar por um melhor resultado irem embora, após levarem uma batida e terem muitos danos no #5 Mustang Sampling Cadillac DPi-V.R. Mesmo assim, conseguiram salvar um Top-10 e marcar pontos importantes para o campeonato.

A corrida começou com um longo período de bandeira verde nas primeiras quatro horas, mas pelas características desta prova uma séria de bandeiras amarelas, na sequência, fez as estratégias mudarem. Com ritmo forte e excelentes pit stops, Nasr, Curran e Conway conseguiram se manterem entre os primeiros, liderando a prova em alguns momentos.

“Foi difícil. Todos estavam muito preparados para as duas últimas horas durante a noite. Tivemos de economizar combustível. Era a única chance que tínhamos e acabamos terminando em terceiro. Eu queria vencer, a equipe também, mas temos de aceitar que era o melhor que podíamos fazer desta vez”, comentou Nasr, que faz sua primeira temporada completa no IMSA.

“Foi uma grande corrida. O Whelen Cadillac estava incrivelmente bom. Lideramos muitas voltas e nos mantivemos entre os três primeiros. As últimas duas horas foram as que contaram e, claro, estou um pouco desapontado, porque todos querem vencer, mas por outro lado, agora estamos liderando o campeonato. E isso é muito importante para todos nós na equipe”, completou Nasr.

No outro carro da Action Express Racing, Fittipaldi, Barbosa e Albuquerque partiram da sétima posição no grid e vinham buscando estar entre os líderes. Eles chegaram a andar entre os quatro primeiros até que, na metade da prova, Barbosa envolveu-se num acidente. O piloto saía da rápida curva 17 quando outro Protótipo rodou e parou a sua frente. O português não teve como desvair. A batida foi forte e causou danos significativos ao carro.

O time recolheu para os reparos e trabalhou rápido para voltar à pista. O trio seguiu até o final, buscando o máximo de pontos possíveis para o campeonato.

“Lutamos para chegar ao final. Precisamos de todos os pontos possíveis para o campeonato no final do ano. Já ganhamos campeonatos por poucos pontos e perdemos outros por menos ainda. Então, é importante terminar cada corrida”, destacou o tricampeão de Daytona, Christian Fittipaldi, que também já venceu em Sebring em 2015.

A próxima etapa do IMSA será realizada no dia 14 de abril nas ruas de Long Beach, na Califórnia. Fittipaldi, que este ano passa a atuar como diretor esportivo da Action Express Racing, volta ao cockpit do #5 Mustang Sampling Cadillac DPi no dia 1º de julho, nas 6 Horas de Watkins Glen.

Os 10 primeiros na categoria Protótipos nas 12 Horas de Sebring:
1 22 J. van Overbeek / P. Derani / N. Lapierre Tequila Patron ESM Nissan DPi 344 voltas em 12:00:34.369 
2 10 J. Taylor / R. Van Der Zande / R. Hunter-Reay Konica Minolta Cadillac DPi-V.R +12.427 
3 31 F. Nasr / E. Curran / M. Conway Whelen Engineering Racing Cadillac DPi +53.075 
4 54 J. Bennett / C. Braun / R. Dumas CORE autosport ORECA LMP2 +1’16.328 
5 32 P. Hanson / P. Di Resta / A. Brundle United Autosports Ligier LMP2 +1’30.732 
6 55 J. Bomarito / H. Tincknell / S. Pigot Mazda Team Joest Mazda DPi +1 volta
7 99 C. Miller / S. Simpson / M. Goikhberg JDC-Miller Motorsports ORECA LMP2 +6 voltas 
8 77 O. Jarvis / T. Nunez / R. Rast Mazda Team Joest Mazda DPi +10 voltas
9 85 S. Trummer / R. Alon / N. Panciatici JDC-Miller Motorsports ORECA LMP2 +13 voltas
10 5 F. Albuquerque / J. Barbosa / C. Fittipaldi Mustang Sampling Racing Cadillac DPi + 20 voltas

Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.