Equipes da classe GTE do European Le Mans Series terão que utilizar lastro

Utilização de lastro é uma das novidades dos regulamentos para 2019

(Foto: Divulgação ELMS)

A direção do European Le Mans Series divulgou nesta terça-feira, 04, alterações no calendário da categoria para 2019. Uma as mudanças é o uso de lastros, nos carros da classe GTE. De acordo com os regulamentos, o sistema de cálculo será baseado na corrida anterior, sendo utilizada em todas as etapas.

O sistema utiliza os resultados da corrida passada e posição no campeonato. Todos os carros irão começar a temporada sem peso extra. O peso extra será definido pela seguinte fórmula.

A + B + B C – Lastro de sucesso (em kg):

A – Sendo determinado pelo resultado da corrida anterior (corrida 1):

  • 1º: + 15 kg
  • 2º: + 10 kg
  • 3ª: + 5 kg
  • Não entrou: + 15 kg

B – Sendo determinado pelos resultados da raça anteriores o evento anterior (corrida -2)

  • 1º: + 15 kg
  • 2º: + 10 kg
  • 3ª: + 5 kg
  • Não entrou: + 15 kg

C – Determinado pelo resultado do campeonato atual.

  • 1º: + 15 kg
  • 2º: + 10 kg
  • 3ª: + 5 kg

Convite para as 24 Horas de Le Mans

O primeiro e segundo colocados na classe LMP2 no final da temporada serão convidados para as  24 Horas de Le Mans de 2020 na classe LMP2.

Parada

Troca de pneus não serão permitidos durante o reabastecimento. (Art 10.8.3.2)

Composição de pilotos

Estão dispensados a regra da composição de pilotos por equipe para o próximo ano, podendo as equipes competir com pilotos com a mesma categorização ou totalmente profissionais. (Art 10.9.2)

Corrida pela entrada de corrida

Os carros adicionais e seus drivers aparecerá na classificação da corrida, mas não vai marcar pontos nas classificações para a série. (Art 3,5)

A primeira etapa da ELMS em 2019 será no circuito de Paul Ricard no dia 14 de abril.

Published
1 ano ago
Categories
ELMS
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mandem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de ostracismos e "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *