ACO estuda fim da categorização de pilotos para a classe LMP2 para 2015

10382361_10152266555247912_635075941573863905_o_thumb-25255B1-25255D

Para competir nos campeonatos organizados pela ACO, os pilotos são classificados por categorias (Ouro, prata e bronze). Na atual temporada a classe LMP2 sofreu uma grande debandada de equipes que preferiram lutar pela vitória no “geral” na ELMS, além de muitas vezes não poder contratar tal piloto por conta da categorização. Assim está em estudo o fim dela para 2015.

“É nossa meta remover as classificações de pilotos da classe LMP2“, disse Beaumesnil ao Sportscar365. “Temos um plano global para o próximo ano na classe LMP2 e no WEC. Queremos atrair mais pilotos vindos da GP2 e World Series by Renault]condutores do tipo, que realmente visam a ter uma verdadeira carreira no automobilismo. Eu acho que nós podemos oferecer uma excelente oportunidade no WEC, aumentando o nível da concorrência, tornando-se um verdadeiro campeonato de pilotos, que é no contexto de um campeonato do mundo além de fazer ligações mais fortes entre os motoristas  da classe LMP2 e fabricantes da LMP1.”

Ainda segundo Beaumesnil tal mudança vai acontecer apenas no WEC, para os campeonatos regionais ELMS e Asian LMS tudo permanece igual. Também está em estudo mudanças no valor mínimo para a compra de um LMP2 que atualmente é de 600 mil dólares, visto que é crescente a entrada de modelos fechados no campeonato. “É bastante complicado fazer um cupê com o custo atual”, disse ele.

Published
5 anos ago
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *