Alberto Otazú sobe no pódio do Mini Endurance do CCSKA

Alberto Otazú sobe no pódio do Mini Endurance do CCSKA

30 de outubro de 2018 0 Por Fernando Rhenius

A jornada no Kartódromo Internacional San Marino, em Paulínia, no interior de São Paulo, não foi das mais felizes para o piloto Alberto Otazú (Alpie Escola de Pilotagem/Instituto Desenvolve/AVSP/Imab/Rolley Ball/Mundo Koi), que pretendia brigar pela liderança em duas categorias do Campeonato ClickSpeed de Kart Amador (CCSKA). No último domingo (28/10) ele terminou apenas na 11ª posição na Elite, e foi quarto no Mini Endurance.

“Esta foi a nossa etapa menos produtiva na temporada do CCSKA. Infelizmente não contamos com a sorte nos equipamentos e apesar de lutarmos muito, não repetimos os resultados que vínhamos colhendo. O esporte a motor é assim e iremos para a última etapa em busca de mais vitórias”, comentou Alberto Otazú, que agora ocupa a quarta posição na pontuação da Elite e quinta colocação no Mini Endurance, ao lado de seu parceiro de dupla Henrique Morbi.

No classificatório da principal categoria Alberto Otazú fez o oitavo tempo e trocou o seu kart, pois o motor era muito fraco. Por um grande infortúnio, pegou um equipamento ainda pior. Mesmo largando bem e completando a primeira volta em quinto, foi sendo ultrapassado volta a volta até receber a bandeirada na 11ª posição na Elite.

“Foi o meu pior resultado do ano. Pena que não consigo descartar esta corrida, pois deixei de participar de duas etapas. A briga pelo título de campeão já está descartada, o que me resta para a última etapa será tentar manter o título de maior vencedor da temporada”, explicou Otazú.

No Mini Endurance de 50 minutos não foi muito diferente. Otazú se classificou em nono, fez uma excelente largada e primeira volta, em que passou em quinto. Na troca de pilotos ele fez o pitstop em sexto. Henrique Morbi voltou em quinto, e mesmo com um kart ruim, sua pilotagem agressiva o colocou na terceira posição. No entanto, a poucas voltas do final não foi possível conter a investida de outro kart mais rápido, garantindo a quarta colocação na bandeirada.

“Não foi o nosso dia de sorte, mas o Henrique (Morbi) pilotou muito bem. Se não foi o resultado que esperávamos, creio que dificilmente alguma dupla faria melhor com os dois karts que utilizamos. Pelo menos saímos de cabeça levantada, fizemos o melhor possível”, acredita Alberto Otazú. A última etapa está prevista para o dia 11 de novembro, em kartódromo a ser determinado.

O que sobrou de alegria e orgulho foi o desempenho de quatro alunos de Alberto Otazú, que tiveram suas primeiras aulas no Kartódromo de Interlagos, em São Paulo, e agora mostraram boa performance no Kartódromo San Marino. Notadamente Anthonny Peperone, de apenas 14 anos, que terminou em quinto na categoria Light, e estreou na Graduados com uma ótima sexta posição, uma posição à frente do outro estreante Caio Terra. Tiago Matos foi sétimo e Rogério Cardoso – que andou em quinto até parar -, terminou em nono na Light.

“Fico feliz que os pilotos que iniciaram coach comigo recentemente já tenham mostrado bom desempenho. Certamente todos estarão frequentando os pódios constantemente. O mais importante é gostar do kartismo e se aplicar nos treinos orientados, como eles já estão fazendo”, encerrou Alberto Otazú.

Resultado da penúltima etapa da categoria Elite do CCSKA: 1) Everton Carajeleascow, 24 voltas em 20min23s887; 2) Ryan Nishioka, a 0s036; 3) Thiago Barros, a 5s781; 4) Gustavo Ariel, a 12s118; 5) Stefano Paladini, a 12s975; 6) Henrique Morbi, a 13s602; 7) Everson Nishioka, a 13s723; 8) Bruno Favrin, a 14s496; 9) Yvis Rodrigues, a 18s493; 10) Denis Urbanavicius, a 24s603.

Classificação (extra-oficial) da Elite após nove etapas: 1) Ryan Nishioka, 370 pontos; 2) Everton Carajeleascow, 349; 3) Gustavo Ariel, 337; 4) Alberto Otazú, 320; 5) Thiago Barros, 309; 6) Everson Nishioka, 283; 7) Stefano Paladini, 282; 8) Bruno Galli, 246; 9) Denis Urbanavicius, 230; 10) Kleberson Felix, 216.

Resultado da penúltima etapa do Mini-endurance do CCSKA: 1) Agaxtur Racing – Everton Carajeleascow/Thiago Barros, 50 voltas em 46min48s235; 2) UXF – Everson Nishioka/Stefano Paladini, a 1s491; 3) Os Lights –Matheus Barros/Gabriella Morais, a 36s978; 4) Kazzo – Alberto Otazú/Henrique Morbi, a 37s458; 5) UXF2 -, a 44s110; 6) No Brakes – Kleberson Felix/Denis Urbanavicius, a 44s133; 7) Sky Racing Team – Sidnei Santiago/José Jurandir Jr, a 56s996; 8) Os Graduados -, a 1 volta;9) RHR -, a 2 voltas; 10) UXF Sky – Ryan Nishioka/Gustavo Ariel, a 6 voltas.

Classificação (extra-oficial) do Mini-Endurance após nove etapas: 1) Agaxtur Racing – Everton Carajeleascow/Thiago Barros, 371 pontos; 2) UXF Sky – Ryan Nishioka/Gustavo Ariel, 355; 3) UXF – Everson Nishioka/Stefano Paladini, 355; 4) No Brakes – Kleberson Felix/Denis Urbanavicius, 341; 5) Kazzo – Alberto Otazú/Henrique Morbi, 327; 6) Kartudos – Roni Batista/Fernando Leandrin, 229; 7) Sky Racing Team – Sidnei Santiago/José Jurandir Jr, 193; 8) Deustch Hangar Racing – Yvis Rodrigues/Bruno Galli, 189; 9) Os Lights –Matheus Barros/Gabriella Morais, 146; 10) DKR – Beto Dicker/João Gabriel, 72.