Um triste começo para a LAS Motorsports

las-motorsport-lmp3-3_1600x0w_thumb-25255B1-25255D

 

A LAS Motorsport, equipe que surgiu da união da Sebastien Loeb Racing, Adees AG e Sora Racing na construção e venda de modelos LMP3 vem enfrentando dificuldades para se firmar no mercado. O motovo? As boas vendas da sua principal concorrente na classe LMP3 a Ginetta Juno.

Com 8 modelos já confirmados pela Genetta, conseguir novas equipes é uma tarefa mais trabalhosa. Mas não impossível segundo o diretor técnico da LAS Leo Thomas.

“A apresentação da equipe foi feito muito tarde”, disse Thomas ao site Endurance-Info. “Fizemos contato com muitas equipes, incluindo algumas conhecidas, de diferentes continentes. A relação preço / performance é muito atraente. Custa menos do que um carro GT3 e também é mais seguro.” Afirma.

Ainda segundo Thomas a união de três organizações só tem a acrescentar para os futuros clientes. “Nós somos mais fortes juntos do separados”, disse Thomas. “Estou confiante sobre a confiabilidade do e o desempenho do motor. Nós sabemos para onde estamos indo. Todas as ferramentas e componentes são bem conhecidos dos nós. A LAS Motorsport quer trazer suporte técnico aos seus clientes. Nós também podemos apoiar um time que não tem nenhuma experiência em corridas de protótipos, tanto nas operações mecânicas e técnicas. Nós já temos pedidos de equipes que desejam entrar em corridas de resistência.”

Ao contrário da Ginetta-Juno que terá um carro “oficial” pelas mãos da Tean LNT, a LAS não vai disputar contra seus clientes. “Assim que o primeiro pedido for feito, estamos lançando a produção”, disse Thomas.

*Fonte: Endurance-info.com / Foto: LAS Motorsprots.

Published
8 anos ago
Categories
LMP3
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista MTb 6873/SC, formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.