Toyota lidera primeira sessão de treinos em Sebring

(Foto: Toyota)

O piloto da Toyota, José Maria Lopez, liderou a sessão de abertura dos testes para o Mundial de Endurance neste sábado, 12, em Sebring.A sessão foi limitada pela chuva. 

Depois de um início seco em condições de vento e nublado, uma faixa de tempestades que se deslocam para o sudeste pela Flórida atingiu o Sebring International Raceway cerca de 10 minutos depois da metade do trecho da manhã de três horas. Uma chuva intensa produziu condições de pista adversas que resultaram em uma bandeira vermelha no início da terceira hora e levaram a um final prematuro da sessão.

Resultado treino 1

Lopez marcou o tempo de 1m51.223s no Toyota #7. Seus companheiros Mike Conway e Kamui Kobayashi, que também fizeram voltas na manhã deste sábado. O argentino liderou a tabela de classificação de 36 carros por 0,417 segundos, sendo seguido pelo Oreca #41 do Team WRT, pilotado por Ferdinand Habsburg.

Os protótipos  LMP2 tiveram bons tempos na primeira sessão oficial da temporada do WEC, com os três primeiros no Hypercar terminando em primeiro, terceiro e 11º no geral. Lapierre colocou o Alpine A480 Gibson da classe Hypercar em terceiro com um tempo de 1:51.703, oito centésimos à frente de Robin Frijns no #31 WRT Oreca da LMP2.

O Toyota #8 marcou 1:52.566, perdendo o controle e saindo da pista.O Glickenhaus 007 pilotado por Pipo Derani, foi 18º com 1:57.462. O campeão do ELMS, Robert Kubica, completou o top cinco geral para equipe Prema, à frente de Filipe Albuquerque e Paul di Resta, da United Autosports, que inicialmente correram em primeiro e segundo com seus melhores tempos nos estágios iniciais.

A Porsche ficou em primeiro e segundo lugar na categoria GTE-Pro, enquanto Michael Christensen marcou seu retorno em tempo integral ao WEC liderando a primeira sessão de testes. O dinamarquês marcou 1:58.543, superando Richard Lietz no Porsche 911 RSR-19 #91, com Nick Tandy em terceiro com 1.59.122 para a Corvette Racing.

No entanto, o carro de Christensen também foi a causa da primeira de duas bandeiras vermelhas, quando parou na pista após 90 minutos de treino. Segundo a Porsche, o problema estava relacionado a um sensor do motor.

Um Porsche 911 RSR-19 também liderou o GTE-Am, com Matteo Cairoli, marcando 1:59.573 com o 911 #46 do Team Project 1. O italiano, que rodou mais rápido que as duas Ferraris GTE-Pro, foi o único piloto da GTE-Am a quebrar a barreira dos dois minutos, com Nicki Thiim em segundo com 2m00s445 para a equipe da Aston Martin NorthWest AMR.

Published
5 meses ago
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista MTb 6873/SC, formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.