Toyota garante a pole para as 24 Horas de Le Mans

(Foto: Toyota)

O japonês Kamui Kobayashi com o Toyota #7 garantiu nesta quinta-feira, 19, a pole position para a edição 2021 das 24 Horas de Le Mans. Esta é a quarta pole do piloto na prova. O tempo de 3:29.900, foi obtido durante o treino classificatório realizado na quarta-feira à noite.   

Kobayashi adicionou aos seus mastros de Le Mans a bordo das máquinas LMP1 em 2017, 2019 e no ano passado para reivindicar a primeira pole da nova era Hypercar do enduro francês.

Tempos da Hiperpole

O tempo o deixou com uma diferença de 1,2 segundos à frente de seu companheiro de equipe Brendon Hartley com o Toyota #8, mas o tempo caiu durante o restante da sessão de 30 minutos. Hartley acabou reduzindo a diferença para 0,295 segundos depois de acertar o tempo de 3: 24,195, mas não conseguiu evitar que Kobayashi marcasse outra pole em Le Mans.

Nicolas Lapierre qualificou-se em terceiro para a Alpine Endurance Team, à frente dos dois Glickenhaus 007 conduzidos por Olivier Pla e Romain Dumas. Pla melhorou em sua última volta, mas só foi capaz marcar 3:25.574. 

Apenas os protótipos Hypercar e alguns LMP2s conseguiram uma volta rápida antes da sessão receber a bandeira vermelha depois que o Porsche 911  de Kevin bater na curva Indianápolis.

A sessão foi retomada com 22 minutos restantes no relógio, após os quais os carros da GTE puderam fazer suas primeiras voltas. Antonio Felix da Costa conquistou a pole da classe LMP2, com o Oreca da equipe JOTA superando Louis Deletraz do Team WRT por meio segundo.

Dries Vanthoor foi o mais rápido na classe GTE-Pro com o Porsche da HubAuto Racing. A Porsche também foi a mais rápida na classe GTE-Am com o #88 da Dempsey-Proton Racing. Vanthoor liderou a divisão Pro com um tempo de 3:46.882, enquanto Julien Andlauer liderou o GTE-Am marcando 3 47.987.

 

Published
2 meses ago
Categories
24 Horas Le Mans
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de ostracismos e "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.