Temporada 2022 do ELMS com 42 inscritos

(Foto: Divulgação)

O ACO divulgou nesta segunda-feira, 14, a lista de inscritos para a temporada de 2022 do European Le Mans Series. Serão 42 carros em três classes: LMP2, LMP3 e GTE. Além da oportunidade de se tornarem campeões europeus, as equipes vão lutar para garantir um dos seis convites automáticos para as 24 Horas de Le Mans 2023 – dois para LMP2, um para LMP3 e, pela primeira vez, três para LMGTE.

LMP2

A classe LMP2 terá 17 inscrições, incluindo 7 inscrições na categoria Pro-Am, que representa o maior encontro desses carros em qualquer lugar do mundo, exceto nas 24 Horas de Le Mans.
A lista de inscritos da LMP2 apresenta campeões atuais e anteriores, bem como novas equipes e pilotos que estreiam no ELMS em 2022. O campeão d da classe LMP2 de 2021, Yifei Ye, competirá no #37 da Cool Racing, ao lado do vencedor das 24 Horas de Le Mans, Nico Lapierre, e do vice-campeão da LMP3 de 2021, Niklas Kruetten.

Lista de inscritos

Os campeões da LMP2 Pro-Am de 2021, G-Drive Racing, também estão retornando para defender seu título, com o campeão de pilotos John Falb se juntando aos australianos James Allen e Alex Peroni no Oreca #25.

As antigas equipes vencedoras do campeonato United Autosports, IDEC Sport, G-Drive Racing e TDS Racing, que estão entrando com o nome TDS Racing x Vaillante, também estão na classe. Os ex-campeões da LMP2 Paul Lafargue, Paul-Loup Chatin, Phil Hanson, Memo Rojas e Roman Rusinov também estão voltando para tentar recuperar o título em 2022.

A Racing Team Turkey, Duqueine Team, BHK Motorsport, Graff Racing, Inter Europol Competition e Panis Racing, serão acompanhados por Muehlner Motorsport, Nielsen Racing e Team Virage, que estão entrando na LMP2 pela primeira vez, com cada equipe em campo um  Oreca 07-Gibson. Os campeões da classe GTE, a AF Corse, estão participando de um Oreca 07 para os atuais campeões do WEC François Perrodo, Niklas Nielsen e Alessio Rovera. A equipe italiana Prema fará sua estreia no ELMS com um protótipo.  

LMP3

Serão 12 carros inscritos na classe LMP3, com muitas das equipes de ponta. Os campeões da classe de 2021, a DKR Engineering, estão de volta para defender seu primeiro título do ELMS com uma entrada de carro para o belga Tom Van Rompuy.

Depois de terminar em segundo em 2022, a Cool Racing entrará com dois carros, com o vice-campeão do ano passado Nicolas Maulini voltando para tentar levar o título este ano ao lado de Antoine Doquin e Jean-Ludovic Foubert na Ligier #27.

O atual campeão da MLMC LMP3 Tony Wells, mais uma vez, estará correndo pela equipe britânica Nielsen Racing, mas para a temporada de 2022 ele será acompanhado pelo colega britânico James Littlejohn.
A ex-campeã da United Autosports estará participando de dois LMP3 Ligier JS P320-Nissans, com a Inter Europol Competition e RLR MSport também executando uma entrada de dois carros. A equipe vencedora do campeonato de 2019, a Eurointernational, fará uma única entrada de carro, assim como o ex-campeão da LMP2 G-Drive Racing, a equipe de bandeira russa executando um Ligier JS P320 pela primeira vez.

GTE

O grid da classe GTE terá 13 carros inscritos, com Ferrari, Porsche e Aston Martin disputando o título. Com pelo menos 12 carros inscritos na classe, os três primeiros carros no final da temporada receberão convites automáticos para as 24 Horas de Le Mans 2023.

Os atuais campeões, Iron Lynx, correrão com dois Ferrari 488 GTEs, com a entrada #83 Iron Dames retornando com o apoio da FIA Women in Motorsport. Os campeões de 2020 Proton Competition estarão participando com dois Porsche 911 RSR-19. A Kessel Racing e a Rinaldi Racing entrarão com dois Ferrari 488 cada, enquanto a Oman Racing by TF Sport executará dois Aston Martin Vantage AMRs.

O grid também contará com a Ferrari #55 da Spirit of Race dos vencedores Matt Griffin, Duncan Cameron e David Perel e a Ferrari #66 dos campeões de 2017 JMW Motorsport. A equipe Absolute Racing, com sede em Hong Kong, fará sua estreia no ELMS com um Porsche 911 RSR-19 com o piloto indonésio Andrew Haryanto.

ELMS muda para combustível mais verde para 2022

Nesta temporada, a European Le Mans Series adotará um combustível renovável, o Excellium Racing 100 da TotalEnergies. Este novo combustível permitirá uma economia de emissões de gases de efeito estufa (GEE) de pelo menos 65% em comparação com os combustíveis fósseis tradicionais a pegada de carbono da série.

 

Published
6 meses ago
Categories
ELMS
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista MTb 6873/SC, formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.