SRO quer menos emissões de carbono

(Foto: SRO)

A SRO, principal promotora de campeonatos GT3 ao redor do mundo, planeja diminuir drasticamente as emissões de carbono até 2023. Em um comunicado em suas redes sociais, a entidade afirma que está buscando em parceria com especialistas em responsabilidade social corporativa e meio ambiente, reduzir os efeitos causados pela emissão de dióxido de carbono.

O projeto foi lançado em 2020, quando a entidade criou estratégias de descarbonização em suas operações de negócios globais. Esforços de sustentabilidade aprimorados serão implementados com o objetivo de minimizar a emissão de carbono da organização e reduzir o impacto mais amplo de suas atividades dentro e fora do circuito.

SRO quer menos emissões além das corridas

Isso segue um estudo conduzido pela empresa líder em sustentabilidade Futerra, com quem a SRO começou a trabalhar em 2020. As novas iniciativas devem incluir suprimentos de energia verde, viagens eficientes e de menor impacto e o uso de materiais de escritório sustentáveis. A introdução de logística de baixo carbono e a adoção de combustíveis de corrida com carbono reduzido também serão exploradas. 

A organização buscará encorajar equipes, circuitos e parceiros-chave a se unirem aos seus esforços de redução de carbono expandidos. Ao estabelecer o padrão em sustentabilidade, espera-se que uma rede de automobilismo verde se desenvolva, cujos benefícios serão sentidos muito além do paddock. 

Paralelamente a esses esforços, a SRO começará a compensar suas emissões de carbono residual apoiando a conservação florestal internacional. Isso foi realizado em parceria com a Permian Global, que protege e restaura grandes áreas de floresta nos trópicos por meio da regeneração, enfrentando ameaças como fogo, extração de madeira e caça furtiva, e capacitando as comunidades locais. 

Outras iniciativas serão desenvolvidas conforme a SRO assume um firme compromisso com a redução de carbono em 2021 e além. Isto representa o início de um processo contínuo que vai levar a empresa a assumir a responsabilidade pela sua atividade, garantindo ao mesmo tempo um futuro sustentável para o desporto motorizado internacional.

“A redução de carbono é uma das nossas prioridades absolutas para os próximos anos. A SRO está levando este projeto muito a sério e é encorajador ver esses planos tomarem forma. Junto com nossas equipes e parceiros, nós queremos desempenhar um papel de liderança nesta causa e inspirar outros a se juntarem a nós para tornar o automobilismo uma indústria mais sustentável. Trabalhar com especialistas como Futerra e Permian Global permitiu que a SRO progredisse rapidamente e definisse metas ambiciosas, como alcançar a neutralidade operacional de carbono até 2023. Estamos totalmente empenhados em cumprir este objetivo e estou ansioso para compartilhar mais notícias de nossas iniciativas de sustentabilidade à medida que o projeto evolui”, destacou Stephane Ratel, fundador e CEO do SRO Motorsports Group.

 

Published
6 meses ago
Categories
Notícias
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de ostracismos e "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.