Rebellion Racing estuda construir protótipos em 2014.

2012-6-Heures-de-Silverstone-CIRCUIT-FG0-3407_hd_thumb-25255B2-25255D

Principal (para não dizer quase única) equipe privada que compete no WEC ao lado da Strakka Racing a Rebellion Racing é uma das mais bem estruturas das equipes de endurance atualmente. Com a chegada de 2014 aonde a forma de construir protótipos será totalmente diferente com um emprego maior de motores e sistema de recuperação de energia a equipe estuda a possibilidade de construir seu próprio chassi para se manter na classe LMP1 e também oferecer para equipes de clientes.

A informação foi confirmada pelo site do canal Speed nos EUA através de Bart Hayden diretor da equipe. Atualmente além do WEC a equipe está participando da ALMS já que pelo atual regulamento não consegue ter o mesmo rendimento do que os carros oficiais da Audi e Toyota.

“É uma opção porque eu não acho que há alguém que possa dizer hoje que tem um carro pronto e ofereça para venda. Um monte de gente tem um carro no mundo virtual, mas não há carros físicos no momento. Com a experiência que adquirimos nos últimos anos, e nossa equipe técnica que conquistamos ao longo dos últimos anos, eu acho que nós temos toda a capacidade de fazer isso” Comenta.

O time surgiu em 2008 na classe LMP2 da LMS sob o nome de Team Sebab e obteve várias vitórias na LMS além de Petit Le Mans. Para este projeto o time estuda se aliar a organizações que já desenvolve carros e itens pertinentes e recentemente firmou parceria com a Multimatic-Haas que adquiriu a falida Lola.

Atualmente os LMP1 da equipe são movidos por motores V8 da Toyota altamente confiáveis, porém outros construtores já procuraram a equipe para possíveis alianças.

“Um dos aspectos negativos do chassis Lola é que foi intencionalmente concebido para ser capaz de acomodar qualquer variedade de instalações de motores. Eu acho que se você está pensando em construir um carro LMP1, então você deve  projetá-lo para os novos motores. Essa seleção de motor precisa de ser feita muito rapidamente.  Estamos ficando sem tempo para projetar um carro para 2014. Vai ser difícil.”

Com este cenário Hayden é pessimista pela permanência da equipe na classe em 2014. “Menos provável do que provável”, embora ele não descarte a possibilidade de um carro próprio apenas em 2015 e continuar competindo com seu Lola B12/60 Toyota do próximo ano no WEC.

“Esse é um dos cenários para 2015 com nosso próprio carro. Dessa forma, vamos começar a ver qual a rota é a melhor em termos de motores aspirado ou turbo. Seria o mesmo que correr e não correr em 2014, competimos com o carro velho e projetando um novo. Este é um cenário lógico. “

O futuro da equipe deve ser definido nas próximas semanas.

Published
9 anos ago
Categories
24 Horas Le Mans
Comments
1 Comment
Written by Fernando Rhenius
Jornalista MTb 6873/SC, formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.

One comment on “Rebellion Racing estuda construir protótipos em 2014.

  1. Muy bien por la gente del equipo Rebellion; hoy sus autos son los más bellos en las carreras de Endurance. Lastima que Lola no continua; la opción del auto propio para 2015 parece ser la mejor; mientras tanto, en 2014 deberían continuar con los Lola y estudiar el panorama futuro de los motores.
    Abrazos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.