Processo para escolha de fabricantes para a classe LMP2 é anunciado

10914940_10153467907042784_9027780406259525333_o

O grupo formado pela ACO, FIA e IMSA que está desenvolvendo as regras da nova classe LMP2 que estarão na pista a partir de 2017 começa a ganhar forma.

Assim 4 fabricantes de chassis e 1 de motores serão escolhidos e apenas estes autorizados a desenvolver seus produtos para os próximos anos, a correr nas 24 horas de Le Mans, WEC, ELMS, TUSC e Asian Le Mans Series.

O único “senão” da FIA é que cada candidato deve ser totalmente independente de um grande fabricante de automóveis. O processo de seleção será dividido em 3 etapas.

Estágio 1:

Os candidatos deverão enviar suas solicitações para a FIA até as 17:00 do dia 10 de Junho de 2015. Será cobrado uma “taxa” de 15 mil Euros, não reembolsáveis.

A solicitação deve conter, a experiência comprovada na construção de protótipos, o que inclui, gerenciamento de projetos,engenharia e conhecimentos técnicos. Teve conter capacidade industrial (equipamentos, materiais de composição e usinagem, instalações e recursos humanos).

Informar uma sólida estrutura financeira com balanços, planos de investimentos de pelo menos 4 anos, um plano de negocio para a construção de um LMP2 e provar a capacidade de construção e demanda de chassis e peças de reposição.

Também se deve informar uma descrição detalhada do chassi, o que inclui.

  • Adaptação do chassi para vários tipos de motores.
  • Programa de produção.
  • Calendário para manutenção dos chassis.
  • Lista completa de peças de reposição, com preço e vida útil.
  • Proposta de atendimento ao cliente, em circuitos.
  • Apoio comercial.
  • Suporte para os diversos campeonatos sem custos para o cliente.
  • Ferramentas de inspeção dos LMP2.
  • Prazos de produção.

Fase 2:

A organização de seleção, irá entrar em contato com cada candidato até o dia 17 de Junho de 2015. Assim vai começar a fase de discussões com cada candidato, e caso eles cumpram as metas da fase 1 terão reuniões agendadas entre os dias 22 e 23 de Junho em Paris.

De acordo com os resultados, das reuniões entre fabricante e comitê, serão selecionados 4 fabricantes que melhor se apresentaram com seus projetos.

Além da parte técnica e de segurança, o comitê dará uma atenção especial aos serviços de pós venda, preço, prazos de entrega e peças de reposição. A meta é que nenhum prazo de entrega seja superior a 4 semanas.

O cometê não será obrigado a dar razões pela recusa dos fabricantes. Os vencedores serão anunciados até o dia 8 de Julho de 2015.

Fase 3:

Os chassis selecionados, serão submetidos a homologação, e a seleção só será 100% concluída após tal processo de homologação. O cometê pode interromper os precedimentos a qualquer momento se achar necessário.

Quem está interessado?

Dos atuais fabricantes que competem nos campeonatos organizados pela ACO vários demostraram interesse, já outros não tem intenções de se candidatar as vagas.

  • Gibson: Está considerando a apresentação de seu projeto.
  • Onroak: Confirmou projeto.
  • Oreca: Confirmou projeto.
  • SMP Racing: Confirmou projeto.
  • Dome: Não vai enviar projetos e não tem interesse.
  • Multimatic e Riley: Estão considerando a possibilidade.
  • Dallara: Consideram apresentar projeto.
  • Ginetta: Vai apresentar projeto.
  • HPD: Interessados em apresentar projeto.
  • Wolf: Vai apresentar projeto.
Written by Fernando Rhenius
Jornalista MTb 6873/SC, formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *