Porsche e Multimatc acertam parceria para o desenvolvimento de protótipo LMDh

(Foto: Porsche)

A Porsche Motorsport e a Multimatic confirmaram nesta terça-feira, 18, parceria para o desenvolvimento do protótipo LMDh do fabricante alemão. A partir de 2023, os protótipos de corrida equipados com um sistema híbrido irão competir na recém-criada classe Hypercar no Mundial de Endurance e no Campeonato Norte Americano IMSA WeatherTech SportsCar. 

O chassi Multimatic foi escolhido como base para o desenvolvimento do protótipo LMDh da Porsche, que também competirá por vitórias gerais nos clássicos de resistência em Daytona, Sebring e Le Mans. Os carros de fábrica serão colocados em campo pela recém-criada Equipe Porsche Penske Motorsport.

Os regulamentos para a categoria LMDh estipulam que todos os protótipos na nova classe devem ser baseados no chassi de um dos quatro fabricantes aprovados (Multimatic, Oreca, Dallara e Ligier). A sigla LMDh significa Le Mans Daytona Hybrid. A empresa irmã do Grupo Volkswagen, a Audi, também colaborará com a Multimatic, o que resultará em efeitos de sinergia mais positivos no desenvolvimento conjunto desses novos carros de corrida.

“A Multimatic é a solução mais óbvia e lógica para nós”, disse Fritz Enzinger, vice-presidente da Porsche Motorsport. “Conhecemos esta empresa altamente respeitada e sua equipe de profissionais experientes há muitos anos e estamos absolutamente convictos da qualidade do seu trabalho. Não precisamos estabelecer uma relação comercial totalmente nova com eles, mas podemos começar a trabalhar. Isso é vital e é exatamente o que é necessário ao desenvolver um novo carro de corrida. É fundamental que eliminemos as perdas por atrito para garantir que possamos fazer um trabalho perfeito e entregar o que é necessário rapidamente. Há outro fator de benefício inestimável: UmA parte da Multimatic, como nosso parceiro de equipe Penske, está sediada em Mooresville, na Carolina do Norte. Distâncias curtas e linhas diretas de comunicação serão de grande ajuda no desenvolvimento do futuro protótipo LMDh e na competição”.

“Esta parceria com a Porsche Motorsport é o culminar de trinta anos de construção de nossa expertise na área de engenharia e desenvolvimento de veículos de competição. É um privilégio ser escolhido pela Porsche para seu próximo capítulo na competição global de protótipos híbridos”, comenta Larry Holt, vice-presidente executivo de Operações de Veículos Especiais Multimatic. “O conceito LMDh e a convergência de regras entre os campeonatos FIA WEC e IMSA não têm precedentes, e o compromisso da Multimatic com o novo modelo é all-in. A colaboração já provou ser perfeita e o entusiasmo da equipe é palpável em todas as reuniões. Estou igualmente satisfeito com o recente anúncio da Porsche Penske Motorsport, pois temos um longo relacionamento com Roger Penske e sua organização, tanto como colaborador quanto como competidor. Não consigo pensar em nenhuma equipe melhor do que nosso vizinho da Carolina do Norte para fazer campanha com os novos carros”.

A Multimatic é uma empresa global privada que fornece componentes de engenharia, sistemas e serviços para a indústria automotiva. As principais competências da Multimatic incluem a engenharia e fabricação de mecanismos complexos, hardware de carroceria, sistemas de suspensão e estruturas de carroceria, bem como o projeto e desenvolvimento de sistemas automotivos compostos leves. Além disso, a Multimatic oferece design, desenvolvimento e produção de veículos de nicho para aplicações em estradas e corridas. Sediada em Toronto, Canadá, a Multimatic possui divisões de manufatura e instalações de engenharia na América do Norte, Europa e Ásia. A empresa tem sido um parceiro-chave da Porsche Motorsport por muitos anos, mais recentemente fornecendo amortecedores para o novo Porsche 911 GT3 Cup, enquanto componentes de suspensão também foram instalados no Porsche 919 Hybrid Evo, que em 2018 estabeleceu uma série de recordes de voltas em circuitos como o Nürburgring-Nordschleife, bem como no Porsche 99X Electric Fórmula E e o 911 RSR no Campeonato Mundial de Resistência da FIA.

A nova categoria LMDh fará parte da nova classe superior em clássicos de resistência como Le Mans, Daytona e Sebring a partir de 2023 e apresenta um máximo em termos de eficácia de custo. Será baseado em um chassi que cada marca pode combinar com sua própria carroceria com estilo individual. Apesar dos regulamentos rígidos, os fabricantes têm uma liberdade considerável no que diz respeito ao sistema de transmissão. Não há especificações quanto ao design e deslocamento do motor de combustão, por exemplo. Juntamente com um sistema híbrido padronizado, a potência do motor será de 500 kW (aprox. 680 PS). O peso básico do veículo é especificado em 1.030 quilogramas.

 

Published
7 meses ago
Categories
24 Horas Le Mans
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista MTb 6873/SC, formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.