Porsche adia teste com protótipo LMDh

(Foto: Porsche)

Inicialmente previsto para acontecer este mês, o primeiro teste em pista do novo protótipo LMDh da Porsche, foi transferido para janeiro. O fabricante alemão confirmou em uma postagem nas redes sociais nesta terça-feira, 21, que adiou os testes preliminares para depois do Ano Novo em meio a um cronograma de desenvolvimento “apertado” em preparação para a estreia do carro em 2023 na corrida.

“Estamos enfrentando enormes desafios devido ao cronograma apertado do programa LMDh”, diz o comunicado. “Como resultado, o lançamento do  Porsche LMDh não poderá ocorrer até o início de janeiro de 2022. O programa de testes intensivos não será afetado por isso”. 

Em entrevista, o gerente do programa LMDh, Urs Kuratle, afirmou que tudo estava dentro do cronograma, mas que algumas coisas precisavam ser reprogramadas. “Na verdade, alteramos o plano quando a situação exige, mas agora estamos em uma fase muito crítica”, disse ele. Depois das férias de Natal, provavelmente faremos um breve shakedown em Weissach, e então nosso ambicioso programa de testes começará”. 

“Estamos testando na Europa e na América do Norte – a aprovação precisa ser cumprida e há muitos outros prazos a serem cumpridos. Certamente não será chato no próximo ano”. 

O brasileiro Felipe Nasr e Dane Cameron foram os primeiros pilotos confirmados. A Porsche também detalhou um programa de cliente para o protótipo. As equipes do cliente sempre significaram muito para a Porsche”, disse Kuratle.

“Isso é demonstrado pelo fato de que decidimos conscientemente, de cara, vender os carros para as equipes dos clientes e trabalhamos em conjunto com as equipes dos clientes para obter o melhor desempenho com eles também”, finalizou. 

 

Published
1 mês ago
Tags
,
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista MTb 6873/SC, formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.