Porsche 911 GT3 recebe pintura clássica de Le Mans

(Foto: Divulgação)

Um Porsche 911 GT3 recebeu uma das pinturas mais icônicas utilizadas em um protótipo. Em 1985,  Paolo Barilla, vencedor das 24 Horas de Le Mans daquele ano, com um um Porsche 956, escolheu algo diferente e muito mais dinâmico do seu maior sucesso esportivo: em seu 60º aniversário, ele foi o primeiro cliente a concluir um projeto de carro junto com a Porsche Exclusive Manufaktur como parte do novo programa Sonderwunsch. Ficou conhecido como o “carro dos sonhos”.

O empresário italiano queria projetar um Porsche 911 GT3 (992) exclusivo baseado no carro vencedor de 1985. Além do aspecto de corrida característico em Summer Yellow, branco e preto, este carro especial tem o número 7 em seu capô e portas.

“A experiência única do cliente está no coração da marca Porsche”, explica Alexander Fabig, vice-presidente de individualização e clássicos da Porsche AG. “É por isso que o programa Sonderwunsch significativamente expandido é outro marco em termos de entusiasmo do cliente em todo o mundo. E este projeto de carro é a joia da coroa da personalização da Porsche Exclusive Manufaktur.”

“Nos anos 80, tive a chance de dirigir o maravilhoso Porsche 956, um carro icônico em termos de desempenho e beleza”, disse Paolo Barilla, ex-piloto e vice-presidente da empresa italiana de alimentos. “A interpretação de alguns elementos em um GT3 moderno torna essa memória emocionante e vital – para mim e para as pessoas que estão perto de mim.”

Como Alexander Fabig, vice-presidente de individualização e clássico da Porsche AG explica, a cooperação com Paolo Barilla foi um projeto muito especial para a Porsche também. Porque não só o 911 GT3 feito à mão é altamente individual, mas seu processo de design também é único.

Único de todos os ângulos

Pintura reproduz fielmente o modelo de 1985. (Foto: Divulgação)

Uma das características especiais deste 911 GT3 é a sua impressionante pintura exterior em amarelo verão, branco e preto. Ele reinterpreta o design listrado do carro de corrida histórico. O capô e os anéis de acabamento dos faróis também são pintados em Amarelo Verão. O design das rodas foram inspiradas no modelo 956. Quando utilizadas em corridas, estas tinham partes brancas. Os aros do 911 GT3 também são brancos na frente, enquanto o eixo traseiro é pintado em uma cor dourada.

As placas laterais do spoiler traseiro também são influenciadas pelo design e geometria de seu predecessor histórico. Os componentes da amostra foram inicialmente desenvolvidos usando prototipagem rápida. Naturalmente, o desempenho aerodinâmico e, em particular, o equilíbrio entre os eixos dianteiro e traseiro precisavam ser mantidos, então os engenheiros aerodinâmicos do 911 GT3 produzido em série foram incluídos no projeto em um estágio muito inicial. A asa traseira modificada teve que provar suas características de fluxo no túnel de vento. “PB 60”, representando as iniciais e idade de Paolo Barilla. O estilo deste logotipo é inspirado no gráfico do então patrocinador principal do carro vencedor de Le Mans.

O preto domina o interior, como você esperaria em um carro de corrida. Partes internas foram pintadas de amarelo e os frisos decorativos em amarelo no painel do lado do passageiro são decorados com um logotipo especialmente desenhado para o cliente. Ele combina o código do 956, o logotipo “Le Mans 1985” e a silhueta estilizada do carro de corrida. Este logotipo e o circuito de 1985 são bordados nos encostos de cabeça. A alavanca de câmbio lembra a bola de magnésio do 956 e é um produto elaborado e feito sob medida: a parte superior foi fresada em um bloco de alumínio e a superfície foi lixada.

Do esboço inicial aos retoques finais em três anos

No novo programa Sonderwunsch, o cliente assumiu a função de gerente de projeto. Como parte da equipe de projeto, composta por especialistas da Porsche Exclusive Manufaktur e do departamento de design Style Porsche, Barilla colaborou diretamente na criação do carro dos seus sonhos. O processo durou três anos, desde o primeiro esboço do projeto até a verificação da viabilidade técnica e construção. O desenvolvimento começou com base no carro GT3 predecessor, já que o tipo 992 ainda estava em desenvolvimento na época. 

“Muitas vezes neste projeto, teríamos um bom motivo para dizer ‘Não vai funcionar’ ou ‘É muito complicado”’, disse Philipp Setter, chefe do Sonderwunsch Customer Consultation na Porsche Exclusive Manufaktur. “Assim que decidimos aceitar o desafio, ultrapassamos os limites e conseguimos alcançar muito. Com sua visão clara e compreensão de cronogramas e tomadas de decisões apertadas, Paolo Barilla foi o cliente e gerente de projeto certo para este ambicioso projeto”. 

Summer Yellow do programa “Color of Choice Plus”

911 não teve alterações mecânicas. (Foto: Divulgação)

“O contato direto com o cliente é a melhor coisa que você pode ter como designer”, de acordo com Grant Larson. Junto com Harm Lagaay, Grant Larson projetou o primeiro Boxster e atualmente é o Diretor de Projetos Especiais da Style Porsche. “Trabalho para a Porsche porque é onde posso desenhar carros dos sonhos. Mas os projetos da Sonderwunsch estão em outra dimensão: a troca pessoal com o cliente é extremamente satisfatória e nos ajuda a entender melhor os desejos de nossos clientes em nosso trabalho diário.”

O maior desafio para Larson foi transferir o design gráfico do carro de corrida extremamente plano e quadrado para as formas mais arredondadas do atual 911. Geometricamente, esses carros são muito diferentes”, disse Larson.  O layout não pôde ser transferido 1:1. Primeiro, ele trabalhou digitalmente no computador, depois as linhas foram projetadas em um corpo de teste com um dispositivo a laser e pintadas de acordo. A pintura de teste foi aplicada três vezes antes que o designer Larson e o gerente de projeto Barilla estivessem satisfeitos. A tonalidade amarela quente também teve que ser cuidadosamente escolhida para se adequar ao modelo histórico e para funcionar tanto à luz do dia quanto artificial. A equipe finalmente optou pelo amarelo verão do extenso programa “Color of Choice Plus” da Porsche Exclusive Manufaktur.

“Originalmente, eu queria mover os números de corrida nas portas mais para o centro da faixa branca, mas Paolo Barilla insistiu que o” 7 ” deveria estar muito perto da borda, como em seu carro de corrida”, lembra Larson. Durante a fase de projeto, ele colocou um modelo 1:43 do carro de corrida em sua mesa para se inspirar. 

O resultado é um Porsche atual que consegue ir além das eventuais plotagens. Nenhum aspecto técnico do motor foi alterado. 

Published
3 semanas ago
Categories
24 Horas Le Mans
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista MTb 6873/SC, formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.