Peugeot testa Hypercar na Espanha

(Foto: Peugeot)

A Peugeot testou nesta terça-feira, 18, testes de rodagem no circuito de Motorland Aragon. O 9X8 não estará presente na rodada de abertura do Mundial de Endurance, no circuito de Sebring, em março. 

O CEO do WEC, Frederic Lequien, esclareceu na semana passada que a Peugeot precisará entrar em Sebring ou Spa para garantir seu lugar no grid para as 24 Horas de Le Mans em junho . A Peugeot está inscrita como participante de temporada completa – como é necessário para todas as equipes da classe Hypercar – mas atualmente está trabalhando em um programa intensivo de testes em pista antes de garantir a homologação de seu protótipo de motor híbrido V6 de 2,6 litros. Uma vez alcançada, a homologação será mantida até 2025.

De acordo com o fabricante, o programa de desenvolvimento do 9X8 vai “ganhar ainda mais velocidade” este ano, à medida que o trabalho de pesquisa e aprovação continua no simulador e durante as sessões mensais de pista.

“A equipe Peugeot TotalEnergies não participará da primeira das seis etapas que compõem o calendário de 2022, que começa em Sebring, na Flórida”, comentou o diretor da Stellantis Motorsport, Jean-Marc Finot.

“O 9X8 fará sua estreia na corrida com base em seu nível de prontidão, confiabilidade e competitividade, conforme acordado com os organizadores do campeonato, que manteremos atualizados regularmente à medida que nosso programa de desenvolvimento avança”. 

“Poderíamos ter optado por participar de corridas selecionadas apenas sem nos comprometermos com a temporada. Isso teria sido possível, mas menos coerente. Em vez disso, escolhemos uma abordagem que permitirá que a equipe esteja totalmente imersa na disciplina, resultando em uma colaboração muito mais próxima com os organizadores, mesmo que o 9X8 não participe de todas as corridas, pois nosso trabalho de desenvolvimento e o processo de homologação continuam.”

“Esta configuração é (sem asa traseira) permitida pelos regulamentos ACO/FIA Hypercar”, disse o diretor técnico da Peugeot WEC, Olivier Jansonnie. “Nossos cálculos e trabalho no túnel de vento confirmaram a pertinência de nossa decisão de rodar sem asa traseira. Juntamente com os desenvolvimentos e configurações que esta opção exige, esperamos que seja validada à medida que testamos em diferentes circuitos com características diferentes”.

Os Peugeots 9X8 vão competir sob os números #93 e #94, com o primeiro representando o ano do resultado geral 1-2-3 da empresa em Le Mans com o modelo 905 dirigido por Eric Helary, Christophe Bouchut e Geoff Brabham

Written by Fernando Rhenius
Jornalista MTb 6873/SC, formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.