Peugeot não estará competitiva no primeiro ano, afirma Loic Duval

(Foto: Divulgação)

O retorno da Peugeot ao Mundial de Endurance não será tão fácil como pensam alguns. O prognóstico vem de dentro da própria fábrica e dos seus pilotos. Em entrevista ao site Motorsport.com, Loic Duval , afirmou que o 9X8 que está em seus primeiros estágios de desenvolvimento, não conseguirá enfrentar a Toyota. 

Com um desenho sem a asa traseira, o 9X8 já testa com um a pequena asa, o que deve mudar até o seu lançamento em 2023.  Duval diz que gostaria de ver a Peugeot fazer sua primeira aparição em Le Mans desde 2011 na próxima temporada, mas sente que a decisão dependerá do quão desenvolvido o carro estará até o meio do ano.

“Sempre depende de como o carro nasce, como o carro se sai desde o início, quanto desenvolvimento você tem que fazer, é difícil dizer com certeza”, disse Duval. “Seria ótimo ter o carro em Le Mans para o próximo ano e penso que é sempre o objectivo dos construtores estar em Le Mans. Mas você também precisa ter certeza de que seu carro está no nível que você deseja, então, no momento, não sei o que está para acontecer”. 

“Com certeza todos estão tentando estar o mais rápido possível na pista para correr, mas você nunca sabe até começar o desenvolvimento quanto tempo vai demorar”, finalizou. 

Ao contrário de outros fabricantes, a Peugeot está desenvolvendo seu próprio chassi, dando o 9X8 a nomenclatura de Hypercar, e não LMDh que utiliza chassi das quatro fabricantes homologadas pelo ACO (Oreca, Ligier, Multimatic ou Dallara). O suporte técnico será fornecido pela Rebellion Racing. 

Published
8 meses ago
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista MTb 6873/SC, formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.