Nissan realmente pronta para Le Mans?

16972908314_05b2bd5802_k

A Nissan desde que anunciou sua volta ao Endurance em 2014, vem enfrentando dificuldades no desenvolvimento do seu GT-R NISMO LM, seja por problemas com a confiabilidade do sistema híbrido, ou a segurança estrutural do carro.

Para muitos o programa da marca está mais focado no marketing do que no desenvolvimento propriamente dito do carro. Como a equipe não participou das duas primeiras etapas do WEC, SPA e Silverstone a estréia será em Le Mans, uma prova aonde não se tolera erros, principalmente em modelos estreantes.

Uma das últimas polêmicas envolvendo a Nissan foi a desistência de Marc Gené, que admitiu ter medo do carro, o que motivou seu desligamento, tendo apenas um papel de consultor.

Darren Cox, diretor de Marketing que é o responsável pelo programa LM, em entrevista no circuito de Le Mans, nesta semana foi categórico em falar que mesmo com atrasos o cronograma está em dia e a equipe não tem o que esconder.

“Estamos abertos e transparentes. Nós acreditamos em Le Mans e no WEC. Le Mans é algo especial para a Nissan. Sabemos que é complicado competir com três carros novos em uma classe altamente competitiva como é o LMP1. Os outros três  fabricantes têm feito um grande trabalho durante o inverno. “

Cox ainda fala que os três carros não estarão presentes no dia de testes oficiais em Sarthe, no dia 31 de Maio. “Vamos usar o dia do teste como uma sessão de testes de escala. A idéia é acumular quilômetros e preparar os melhores carros para a corrida. Precisamos de uma boa base como a Porsche fez 2014. Como eu disse, Le Mans é muito importante para a Nissan. Quando entramos na NISMO no Japão o primeiro carro que vemos é um dos que competiu em Sarthe.”

Sobre o Marketing, falar mais alto que o desenvolvimento. “Muitas pessoas disseram que era apenas um programa de marketing, mas é realmente um programa de competição. O programa Nissan LM P1 é tudo menos marketing. Em Le Mans, não vamos estar nos boxes convencionais. Escolhemos ficar no final do pit lane nos boxes 54, 55 e 56. Essa é a nossa decisão, porque nós pensamos que seria mais fácil “

“Temos que tornar o esporte acessível. Os fabricantes tendem a esconder tudo, não é o que buscamos. Em Le Mans, teremos aproximadamente 85 pessoas, e teremos peças disponíveis para a montagem de dois carros extras.”

A ausência de Gené també foi destacada na entrevista. Para Cox o piloto fará falta neste momento da equipe. “Marc é o piloto mais experiente da nossa força de trabalho. Sua agenda é cheia com a Ferrari. No entanto, ele continua envolvido no programa para treinar os jovens, mesmo depois de Le Mans. A decisão foi tomada em conjunto. “

Darren Cox disse que a especificações finais do GT-R NISMO LM foram finalizadas após  as últimas sessões de testes. Até o momento, ninguém sabe o verdadeiro potencial do carro, mesmo que o gerente de marketing está confiante: “Nós pensamos que o carro é rápido e nós saberemos mais na noite de sábado durante a corrida. Eu li em vários sites que o carro se mostrou lento. Não se pode negar que ainda temos coisas a aprender. A parceria com a está sendo fantástica. Só saberemos mesmo em Le Mans.”

O dirigente deixou claro que o carro irá correr em Le Mans com o sistema híbrido.

Published
7 anos ago
Categories
24 Horas Le Mans
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista MTb 6873/SC, formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *