Nicky Catsburg e seu desempenho vencedor nas 24 Horas de Daytona

(Foto: Divulgação)

O piloto da Corvette Nicky Catsburg ainda comemora, o feito de ter vencido as 24 Horas de Daytona na classe GTLM com o C8.R #3 ao lado de Jordan Taylor e Antonio Garcia. 

Sua segunda participação na prova foi impressionante desde o início, com Antonio ficando em segundo na classe e imediatamente iniciando a batalha com seu companheiro de equipe no Corvette #4 e o BMW #24.Na manhã de domingo, os dois Corvettes correram juntos por grande parte da noite, Nicky foi capaz de pressionar, diminuindo a diferença de 11 segundos sobre Alexander Sims, enquanto abria sobre o BMW. 

Um furo, uma penalidade subsequente e um problema no reabastecimento do Corvette acabou atrasando Nicky, mas na volta 712, nos estágios finais, Nicky superou seus adversários terminando  em 11º geral, o primeiro da classe. 

“Meus companheiros de equipe Jordan e Antonio fizeram um trabalho impecável, assim como a equipe, então é muito legal vencer essa corrida de 24 horas de grande prestígio. É um evento no qual sempre quis ter sucesso e é ótimo conseguir isso, a primeira vitória de resistência com o Corvette C8.R”.

Corvette conquistou dobradinha na classe GTLM. (Foto: Divulgação)

É meu segundo ano com a equipe, então esta é uma grande vitória e obviamente há um grande prêmio também com o relógio Rolex! Também é uma boa vitória e irá adicionar a alguns dos outros sucessos ao longo do ano passado.  Estou muito feliz por começar a temporada de 2021 vencendo, comemora Nicky Catsburg.

A vitória se soma às suas recentes conquistas, que começaram nas 24 Horas de Nürburgring, rapidamente seguidas por vitórias em Indianápolis e Kyalami para encerrar a temporada.

Published
12 meses ago
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista MTb 6873/SC, formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.