Felipe Nasr com a Penske no Mundial de Endurance

Penske já competiu com Porsche na ALMS. (Foto: Divulgação)

A equipe Penske anunciou nesta quarta-feira, 12, a participação no Mundial de Endurance 2022. A equipe americana está inscrita na classe LMP2 com um Oreca07 para os pilotos Dane Cameron e Felipe Nasr. A dupla terá a companhia de Emmanuel Collard. Faz 50 anos que a Penske não disputa as 24 Horas de Le Mans. 

Será a primeira experiência da Penske no Campeonato Mundial de Endurance da FIA. A classe oferece uma oportunidade para a equipe se acostumar com as corridas, os circuitos e as regras da série internacional de resistência antes de competir na crescente classe LMDh para a temporada 2023 do WEC, em parceria com a Porsche. 

“Estamos ansiosos para aprender o máximo que pudermos sobre o processo do WEC em 2022, pois a maior parte de nossos adversários competiram nesta série por muitos anos”, disse o presidente da Team Penske, Tim Cindric. “Assim como a abordagem que adotamos ao correr em Road Atlanta em 2017, quando voltamos às corridas de carros esportivos após um hiato de oito anos, achamos que a classe LMP2 nos fornece um meio de ganhar uma experiência valiosa à medida que continuamos a construir nosso programa para competir totalment na IMSA e WEC”.

“Fora de Sebring e Spa, correr em algumas dessas pistas históricas em todo o mundo será uma nova experiência para mim e para a equipe”, disse Cameron, que competiu pela Penske de 2018 a 2020, ganhando o título da IMSA ao lado de Juan Pablo Montoya em 2019, com um total de três vitórias e oito poles na classe. “Queremos aprender, mas também queremos ser competitivos e correr por vitórias de classe. Esta também será uma grande oportunidade para construirmos nossos históricos ainda melhor preparados para o futuro. Estou animado para correr nestas pistas históricas contra uma grande competição no WEC, e vai ser incrível competir pelo Team Penske em Le Mans.”

Três vezes campeão da IMSA, Cameron conquistou o título da classe GTD em 2014 e conquistou o título de protótipos em 2016 e 2019. Nasr, que também competiu na Fórmula 1 e na Fórmula E, se estabeleceu como um dos pilotos de maior sucesso nas corridas de carros esportivos da IMSA nos últimos anos. Produzindo vitórias em cada uma das últimas quatro temporadas, Nasr conquistou dois campeonatos da classe DPi, incluindo a última temporada, quando ajudou a conquistar três vitórias e sete pódios em 10 corridas. Nasr também competiu na classe LMP2 durante as 24 Horas de Le Mans de 2018 e 2021.

“Entrar na equipe Penske é uma grande oportunidade e mal posso esperar para competir no WEC e retornar a Le Mans este ano”, disse Nasr, natural do Brasil. “Sei que aprenderemos muito como equipe à medida que desenvolvemos nosso programa e ganhamos uma grande experiência. Estou realmente empolgado para começar a trabalhar enquanto começamos a criar impulso para o futuro”

Para Collard, a próxima temporada representa um regresso a Penske. O experiente piloto competiu nas 24 Horas de Le Mans em 24 oportunidades. Ele também pilotou o Porsche RS Spyder para o Team Penske em seis corridas na American Le Mans Series entre 2006-2008, enquanto conquistava uma vitória na classe P2 em Petit Le Mans em 2006 e uma vitória geral nas 12 Horas de Sebring em 2008. Collard é também foi bicampeão das 24 Horas de Le Mans (GT em 2003, LMP2 em 2009).

Written by Fernando Rhenius
Jornalista MTb 6873/SC, formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.