Bruno Senna sobre o domínio dos Cadillac: “O BoP está favorável para eles”

Brasileiro compete na mesma equipe que Pipo Derani. (Foto: MF2)

Brasileiro compete na mesma equipe que Pipo Derani. (Foto: MF2)

Com um quinto lugar na classe P, Bruno Senna, acredita que a corrida será difícil para os protótipos Nissan Nismo da equipe Extreme Speed Motorsports. Os resultados do qualifying de apenas 15 minutos deram uma prova eloquente das dificuldades  Senna e seus parceiros terão pela frente.

O neo-zelandês Brendon Hartley classificou o carro na quinta colocação com a marca de 1min37s609 e superou as expectativas de Bruno depois dos ensaios. “Eu achava que nossa posição mais real seria o 7º. Na melhor das expectativas, somos pelo menos 1,5 segundo mais lentos que os Cadillac”, explicou.

Bruno argumentou que o novíssimo Nissan Nismo da ESM ainda não dispõe da mesma competitividade dos Cadillac. “Esses carros estão bem desenvolvidos e o BOP (balance of performance) está bom para eles. Aqui será muito difícil descontar essa diferença. Temos de nos preocupar em fazer nosso melhor e esperar que não soframos com quebras”, disse. O BOP, instrumento do regulamento que busca equilibrar o rendimento das diversas marcas, poderá ser alterado para a etapa seguinte em Sebring. “Mas só se a organização do campeonato entender que alguém está sendo favorecido”, ressalvou Bruno.

Amanhã, apenas um treino livre com uma hora de duração movimentará os carros em Daytona.

Written by Fernando Rhenius
Jornalista formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de ostracismos e "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *