Augusto Farfus fecha as 10 Horas de Suzuka na quinta posição

Augusto Farfus largou na pole position nas 10 Horas de Suzuka. (Foto: BMW)

Após garantir a pole position para a BMW M6 GT3 #42 do Team Schnitzer, Augusto Farfus fez uma prova consistente nas 10 Horas de Suzuka, disputada neste domingo (25), num dos mais tradicionais circuitos do automobilismo mundial. Ao fim das 275 voltas, o trio completou a corrida na 5ª posição entre os 36 carros do grid.

Coube ao alemão Martin Tomczyk a honra de largar da primeira posição. Eles mantiveram a liderança pelas duas primeiras horas da prova, e, na sequência, permaneceram fortes no top-3. Porém, por conta de um erro no procedimento do pit-stop, uma penalização de drive-through afastou o trio da briga por um lugar no pódio. Apesar disso, com o top-5, eles repetiram os melhores resultados desta temporada no Intercontinental GT Challenge, nas 12 Horas de Bathurst e nas 8 Horas de Laguna Seca.

“Por um lado, foi muito bom ver nossa boa performance, com um ótimo ritmo com a BMW M6 GT3 em Suzuka, largando na pole e brigando por um lugar no pódio. Porém, depois que ficamos travados atrás de outros carros por conta do drive-through, não pudemos tirar o máximo da nossa velocidade nas últimas horas, e nesta pista é muito difícil de ultrapassar, então foi uma pena por isso. Mas no geral foi uma boa performance e um grande trabalho de toda a equipe”, comentou o piloto

A última etapa do campeonato acontece entre os dias 21 e 23 de novembro, na África do Sul – o quinto país visitado na calendário -, nas 9 Horas de Kyalami. Já pelo FIA WTCR, o próximo desafio será em setembro, entre os dias 13 e 15, no circuito de Ningbo, na China.

Published
3 anos ago
Categories
10 Horas de Suzuka
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista MTb 6873/SC, formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.