AF Corse fornecerá suporte técnico ao programa LMH da Ferrari

(Foto: Divulgação)

A Ferrari divulgou nesta segunda-feira, 07, que a equipe AF Corse será a responsável por dar apoio técnico ao protótipo LMDh do fabricante italiano em seu retorno às corridas de endurance. 

A AF Corse já representa a Ferrari no WEC desde seu ressurgimento em 2012, além de prestar assistência técnica a diversas equipes de clientes que utilizam modelos italianos A parceria vem desde 2006 em diversos campeonatos. No WEC a AF Corse conquistou o campeonato mundial de 2017 e três vitórias na classe  GTE-Pro nas 24 Horas de Le Mans.

A furtura equipe será denominada como “Ferrari-AF Corse”. A escalação de pilotos e o número de carros inscritos ainda não foram confirmados.

“O anúncio de hoje é um passo importante para a estreia de nosso LMH no Campeonato Mundial de Resistência”, disse Antonello Coletta, chefe dos projetos de carros esportivos da Ferrari.

“Estamos felizes por ter um parceiro confiável como a AF Corse conosco neste projeto. A Ferrari e a AF Corse mantêm um relacionamento sólido há muito tempo, como você pode ver no FIA WEC, onde dirigimos nossos 488 GTEs oficiais junto com a equipe baseada em Piacenza”.

“Esperamos continuar juntos em uma jornada tão gratificante quanto os anos de cooperação em corridas até agora.”, finalizou. 

O proprietário da equipe AF Corse, Amato Ferrari, acrescentou: “Estamos orgulhosos deste anúncio. É a coroação de um sonho e o reconhecimento do grande esforço realizado ao longo dos anos”.

“Nossa parceria com a Ferrari é vitoriosa, que começou em 2006, e estou muito feliz em continuar no projeto LMH”. 

“Começamos imediatamente com grande entusiasmo com o objetivo de elevar ainda mais a competição e estamos prontos para este novo desafio”, finalizou. 

Published
1 semana ago
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de ostracismos e "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.