Trinta carros são esperados nas 4 horas de Imola

ND5_0857

A segunda prova o ELMS na temporada 2015 acontece no autódro de Imola entre os dias 16 e 17 de Maio na Itália.

Serão 30 carros esperados, 17 protótipos e 13 GT. Atualmente na liderança da classe LMP2, e o Gibson 015S-Nissan #41 da Greaves Motorsport, pilotado pelo trio Gary Hirsch, Jon Lancaster e Björn Wirdheim terá como objetivo manter a liderança.  No entanto, o segundo Gibson 015S-Nissan da lista, o carro da equipe Jota Sport  #38, de Filipe Albuquerque, Simon Dolan e Harry Tincknell, vencedor da prova em 2014 e da etapa do WEC em SPA no último Domingo, espera manter o feito.

Já o #46 da equipe TDS Racing terá os pilotos , Tristan Gommendy, Ludovic Badey e Pierre Thiriet. O único Ligier JS P2 com motor Judd que corre no ELMS, será o #40 da equipe amerinca Krohn Racing. O seu trio americano-sueco-brasileiro espera de novo lutar por um bom resultado, após uma primeira prova muito positiva para Tracy Krohn, Niclas Jonsson e Oswaldo Negri.

A equipe Eurasia Motorsport (5ª em Silverstone) alinhará um Oreca 03R Nissan, pilotado pelo chinês Pu Jun Jin e pelo holandês Nico Peter de Bruijn, enquanto o segundo Oreca 03R Nissan da Murphy Prototype (#48) reencontrará os seus pilotos Nathanaël Berthon, Michael Lyons e Mark Patterson.

Após uma prova emocionante em Inglaterra para o único Morgan Nissan LMP2, que acabaria ser vítima de um acidente totalmente involuntário, a equipe Pegasus Racing espera um recomeço melhor em Imola, com o trio Léo Russel, David Cheng e Julien Schell.  Os dois Oreca 03 Nissan números #44 e #45 do Ibanez Racing estarão respectivamente nas mãos do italiano Michele La Rosa e do japonês Yutaka Yamagishi, e de Pierre Perret, José Ibanez e de um outro italiano, Ivan Bellarosa, para a sua corrida em casa.

Ausente na primeira corrida, a equipa russa SMP Racing realizou mais de 6000 km de ensaios com o BR01 Nissan, de modo a preparar Imola e Le Mans.  Os dois novos modelos da formação do leste da Europa irão estrear na prova italiana com o  #27 para Maurizio Mediani, David Markozov e Nicolas Minassian, enquanto o #37 será entregue a Mikhail Aleshin e aos irmãos Anton e Kirill Ladygin.

Seis LMP3 em pista

Entre os protótipos inscritos em Imola, fora os 11 LMP2 a prova deve contar com seis LMP3. Autora dos dois primeiros lugares do primeiro pódio em Silverstone, a equipe LNT parece bem determinada em prosseguir do mesmo modo a sua estreia no ELMS. Sir Chris Hoy e o jovem Charlie Robertson irão pilotar o Ginetta Nissan #3, enquanto o #2 estará nas mãos de Michael Simpson e Gaëtan Paletou. O Ginetta #7 da equipe da Universidade de Bolton, terceiro colocado em Silverstone, será pilotado pelo britânico Rob Garofall e pelo dinamarquês Morten Dons.

A equipa espanhola SVK by Speed Factory terminou perto do pódio em Silverstone e aqui irá alinhar o mesmo Ginetta Nissan #15 para Konstantin Calko, o espanhol Jesus Fuster e o lituano Dainius Matijosaitis. Com menos sorte na prova inglesa, a equipe Lanan Racing volta a ELMS, com o Ginetta #11 do trio britânico Alex Craven, Joey Foster e Charlie Hollings.

Depois de ter estado ausente em Silverstone, a Villorba Corse estreia com o Ginetta #5 guiado pelo duo italiano Giorgio Sernagiotto e Roberto Lacorte.

Ferrari, Porsche, BMW e Aston Martin: quatro construtores na categoria GTE

Correndo em casa as cinco Ferrari presentes na classe GTE tentarão somar o maior número possível de pontos. Os dois F458 GTE da AF Corse querem vencer: Raffaele Gianmaria, Matteo Cressoni e Peter Mann no #51 e os britânicos Duncan Cameron (campeão LMGTE em 2013), Matt Griffin e Aaron Scott no #55. As equipas AT Racing (# 56), Formula Racing (#60) e JMW Motorsport (#66) alinharão os três outros F458 da categoria GTE. No primeiro, estarão Alexander Talkanitsa e Alexander Talkanitsa Junior, ao lado de Alessandro Pier Guidi. O Ferrari #60 será partilhado por Johnny Laursen, Mikkel Mac e Andrea Rizzoli e, por fim, o carro da JMW terá ao volante o trio britânico composto por George Richardson, Robert Smith e Samuel Tordoff, que conquistou o segundo lugar em Silverstone.

Atualmente na liderança do campeonato, após o triunfo em Inglaterra, o Porsche 991 RSR #86 da equipe Gulf Racing UK estará entregue a Michael Wainwhright, Adam Caroll e Philip Keen. O segundo Porsche, o #88 preparado pela Proton Competition, será pilotado por Richard Lietz (piloto oficial da marca), Marco Mapelli e Christian Ried. Por fim, o único BMW Z4 da categoria LM GTE, o carro do Team BMW by Marc VDS (#52) estará de novo nas mãos do campeão WTCC, Andy Priaulx, do francês Henry Hassid e do finlandês Jesse Krohn.

Cinco inscritos, mas três construtores nos GTC

Os vencedores da primeira prova, Frank Perera, Dino Lunardi e Eric Dermont (TDS Racing – BMW Z4 GT3 #59) pretendem reeditar o seu desempenho em Itália. Todavia, a equipa local AF Corse desembarca  com três F458 Itália GT3 que serão confiados a Thomas Flohr, Francesco Castelacci e Stuart Hall (#62), Giorgio Roda, Ilya Melnikov e Marco Cioci ao volante do #63 e, por fim, Mads Rasmussen e os portugueses Filipe Barreiros e Francisco Guedes, com o F458 #63 do Team Ferrari Portugal, que ficou com o segundo degrau do pódio em Silverstone. O único Aston Martin Vantage GT3 da lista de inscritos (Massive Motorsport) estará nas mãos da tripla dinamarquesa composta por Casper Elgaard, Kristian Poulsen e Simon Moller.

Published
5 anos ago
Categories
ELMS
Tags
,
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mandem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de ostracismos e "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *