Toyota pensa em novo sistema híbrido para 2016

11402677_994461263920490_5428832469673955725_o

A Toyota, atual campeão do WEC, não vem se encontrando na atual temporada. Com corridas sem expressão tanto em Silverstone, quanto em SPA, além de não ameaçar Audi e Porsche nos testes em Le Mans, o fabricante Japonês já avalia trocar seu sistema híbrido para 2018.

“Estamos examinando o que fazer no próximo ano, porque precisamos de um plano”, disse o diretor técnico da Toyota Motorsport GmbH Pascal Vasselon  ao site Autosport. “Tínhamos uma vantagem no ano passado e quando colocamos o nosso carro atualizado na pista fomos 2,5 segundos mais rápidos do que a versão do ano passado, mas não é suficiente.  A questão não era se isso iria acontecer, mas quando, porque sabemos que temos menos recursos, mas nós pensamos que a nossa vantagem duraria mais um ano.” Comentou.

Uma das medidas seria a substituição dos super-capacitores por baterias de lítio como as usadas no Porsche 919. O motor atualmente um V8 aspirado também vai passar por uma avaliação. “O que podemos dizer é que, sob condições normais, um motor normalmente aspirado é razoavelmente competitivo”, disse ele. “Mas um turbo tem uma janela mais ampla e pode reagir a todas as condições, tais como a alta altitude e temperaturas mais quentes. “

Vasselon admitiu que os dois Toyota, “não serão os mais rápidos” carros em Le Mans esta semana,  e que a equipe vai adotar uma estratégia baseada na confiabilidade. “Sabemos que um segundo por volta é um valor considerável, mas no ano passado  Audi vencedor passou 25 minutos nas boxes “, explicou.

Published
4 anos ago
Categories
24 Horas Le Mans
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *