Terceiro lugar de Pipo Derani e Felipe Nasr em Road America com gosto de vitória

Chuva complicou a vida dos pilotos (Brian Cleary)

A quarta etapa da temporada 2020 do IMSA WeatherTech Sportscar Championship, realizada neste domingo (2) no circuito de Elkhart Lake, em Road America (EUA), teve um final eletrizante e mais um pódio para o brasileiro Pipo Derani. Ao lado do companheiro e compatriota Felipe Nasr, o piloto cruzou a linha de chegada em terceiro lugar com o #31 Whelen Engineering Cadillac DPi-V.R da equipe Action Express Racing.

Mas se engana quem pensa que o resultado reflete algum tipo de tranquilidade para a dupla brasileira. O pódio só veio nos sete minutos finais, quando a prova teve sua relargada, após uma interrupção em virtude da forte chuva, que caiu sobre o circuito.

Após uma vitória soberana em Sebring, há duas semanas, o fim de semana em Road America parecia promissor para a dupla brasileira, que conquistou bons resultados nos treinos livres. No classificatório, no entanto, Nasr acabou saindo da pista e provocando uma bandeira vermelha. Com isso, perdeu o tempo de sua melhor volta e teve de partir da sétima colocação do grid.

Logo no início, o brasileiro conseguiu atacar os adversários e pulou para quinto, entregando o carro nesta posição a Derani na volta 35, das 63 disputadas. Durante seu primeiro stint, Pipo manteve a posição numa briga constante com o Cadillac #10 de Renger van der Zande e Ryan Briscoe pela quarta colocação.

Logo após sua parada para reabastecimento e troca de pneus, Derani voltou para a briga, mas a chuva começou a cair e o brasileiro acabou saindo da pista e bateu a frente do carro na barreira de pneus da curva 3, danificando o bico do Cadillac #31.

Na sequência, uma série de incidentes com outros carros provocou a interrupção da prova, quando faltavam 42 minutos para o final das 2h40 de disputas. Nos boxes, as equipes puderam fazer alguns reparos nos carros, que voltaram pra pista com Safety Car para os 30 minutos finais.

A relargada só veio quando faltava pouco mais de sete minutos para a bandeirada. Derani, que estava em sexto, acelerou forte e logo assumiu a terceira posição, garantido mais um pódio.

“Foi um fim de semana duro para nós”, lembrou Derani, de 26 anos. “Começamos no fim do grid, após o Felipe cometer um pequeno erro no classificatório. Na corrida, também tivemos um dia difícil e a chuva não facilitou a nossa vida. Quando eu entrei no carro, estávamos muito perto do Cadillac #10. Estávamos tentando ultrapassa-los nos pits. Então, parei uma volta antes deles e estava imprimindo um ritmo forte. Mas, neste ponto, a chuva veio e acabei saindo da pista e batendo na barreira de pneus. E isso mudou toda a situação”, contou o brasileiro.

“Com a bandeira vermelha, tivemos a chance de colocar um novo bico no carro e voltar ao jogo, mesmo tendo perdido algumas posições. Relargamos com um novo bico e meu objetivo era conquistar o melhor resultado possível a partir dali”, continuou Derani.

“Devo dizer, que estou muito feliz por termos conseguido o pódio. Gostaria de ter terminado um pouco mais à frente. Mas, considerando tudo o que passamos no fim de semana, foi um bom resultado e marcamos bons pontos no campeonato”, lembrou.

“A equipe fez um trabalho fantástico, principalmente nos colocando de volta na briga na relargada. Quando eu relarguei, já tinha deletado a batida da minha mente e foquei como se fosse um novo começo. E fico feliz que tenha dado tudo certo. Nosso carro esteve muito bem durante a prova e gostaria de agradecer a todo o time e aos meus patrocinadores, a Whelen, Cadillac e Lucas Oil”, finalizou.

A quinta etapa da temporada acontecerá dentro de um mês, de 4 a 6 de setembro, para uma disputa de seis horas em Road Atlanta, na Georgia. Com os resultados em Elkhart Lake, Derani está em quarto lugar no campeonato, com 115 pontos. Nasr, que perdeu uma das etapas, aparece em nono (89).

 

Published
2 meses ago
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mandem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de ostracismos e "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.