TDS Racing vence terceira etapa da European Le Mans Series

1072521_10151581119893177_1847475288_o_thumb-25255B1-25255D

Com provas semelhantes em continentes diferentes teremos uma oportunidade única de avaliar o endurance americano e europeu em um mesmo final de semana. Enquanto que na ALMS a competitividade é mais evidente na classe GT na ELMS a P2 com uma maior quantidade de carros apresenta mais “interação”. Porém acompanhando o estilo o jeito americano de competir é mais bruto.

Quando digo bruto, é algo mais combativo as provas tem muito mais toques e divididas em curvas, enquanto que na Europa o estilo é mais calmo, conservador e por que não cerebral?

RAM Racing vence mais uma

RAM Racing vence mais uma

A vitória do #1 Oreca da Thiriet by TDS Racing da dupla Pierre Thiriet e Mathias Beche foi uma bela dose de sorte. Mesmo com a pole feita pelo Oreca #36 da Signatech Alpine quem dominou a primeira parte da corrida abrindo uma grande vantagem foi o Zytek #38 da Jota Sport com Olivier Torvey e Simon Dolan mas os problemas para a equipe começaram depois do carro ter saído dos pits com excesso de velocidade. Com uma penalidade de 30 segundos o #38 acabou caindo para 6º e teve que tirar leite de pedra para recuperar as posições. Faltando pouco mais de 1 hora para o fim da prova e fazendo voltas rápidas a equipe aos poucos foi tirando a diferença para os ponteiros mas ficou mesmo com a 4º colocação. Em segundo fazendo uma corrida discreta e se aproveitando mais dos problemas dos adversários chegou o #36 da equipe Signatech Alpine com Pierre Ragues e Nelson Panciatici. Fechando o pódio mais um bom resultado da equipe Morand Racing #43 com o Morgan Judd. Franck Mailleux e Natacha Gachnang foram perfeitos e frente a tantos adversários equipados com motores Nissan o velho e bom Judd fez a diferença mostrando velocidade e confiabilidade. A estreante na classe #37 da SMP Racing acabou em 6º mostrando bom entrosamento da dupla Maurizio Mediani e Serguey Zlobin talentos promissores.

#47 vence entre os LMPC

#47 vence entre os LMPC

Na classe LMPC o primeiro lugar ficou com o #47 da Team Endurance Challenge de Nicolas Verdonck e Alex Loan. Em segundo e terceiro vieram os #49 da mesma equipe e a estreante Algarve Pro Racing Team fechando o pódio.

O embate foi interessante na classe GT. Enquanto o #52 da RAM Racing da dupla Johnny Mowlem e Matt Griffin sumiram na liderança a disputa pelo segundo lugar ficou entre o #53 também da RAM Racing e o ##66 da JMW Racing que chegou a ser superado até com facilidade mas que depois de um erro da Ferrari #53 acabou ficando com o segundo lugar. O Porsche #77 da equipe Proton Competition que marcou a pole terminou em 6º. Na classe GTC mais uma vitória para a Ferrari #69 da SMP Racing da dupla Fabio Badini e Viktor Shaitar que herdou a primeira posição depois de problemas no pneu traseiro direito da Ferrari #62 da equipe AF Corse. Fechando o pódio o BMZ Z4 #79 da Ecurie Ecosse.

Ferrari também dominando na GTC

Ferrari também dominando na GTC

Uma prova tranquila, inteligente como um jogo de xadrez. A sorte falou mais alto para as equipes das classes LMP2 e GTC o que não tira seus méritos. A próxima etapa será no dia 14 de Setembro no travado circuito de Hungaroring na Hungria aonde em 2010 se viu um LMP2 vencendo no geral o que foi um espanto na época já que os LMP1 mais pesados ficaram lentos nas saídas de curvas. Vai ser interessante. Abaixo a classificação final e o resultado da etapa de 2010 em Hungaroring.

Resultado final.

1000km de Hungaroring 2010


Fotos: Equipes e Motorsports.com

Published
6 anos ago
Categories
ELMSFerrariFIA GT3LMP2OAK RacingOrecaPorsche
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *