Senna e Piquet saem na frente no Japão

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Como nos tempos de glória do automobilismo brasileiro, um Senna e um Piquet estarão na primeira fila do grid – e desta vez lado a lado. Os dois pilotos da Rebellion Racing dominaram a sessão classificatória que definiu a ordem de largada da classe LMP2 das 6 Horas de Fuji, sétima e antepenúltima etapa do Campeonato Mundial de Endurance. Nelsinho Piquet, que divide o protótipo número 13 com Mathias Beche e David Heinemeyer Hansson, partirá da pole e terá a companhia de Bruno Senna, este em plena luta pela conquista do título da divisão juntamente com o parceiro francês Julien Canal com o Oreca-Gibson nº 31.

Resultado treino classificatório

A prova começará às 23 horas (Brasília) deste sábado e com chances quase certas de chuva ao longo de todo o período – 99% de acordo com os serviços de meteorologia do Japão. O mau tempo característico da região nesta época do ano se fez novamente presente no autódromo localizado nas proximidades do Monte Fuji e impediu as equipes de usarem os pneus de seco até agora. O qualifying foi disputado com pista molhada e pneus intermediários.

Bruno levou leve vantagem na disputa que trava com os líderes Oliver Jarvis, Ho-Pin Tung e Thomas Laurent, que sairão em terceiro. Mas lamentou o tráfego encontrado por Canal no momento em fazia sua volta rápida. Pelo regulamento, dois pilotos por carro participam da classificação, o mais graduado (ouro ou platina) e o de currículo mais modesto (prata), valendo para efeito de tempo a média da melhor volta de cada um. “Foi uma pena porque tínhamos tudo para ficar com a pole. Mas vamos brigar pela vitória, de qualquer jeito”, prometeu.

“Foi um ótimo dia! O carro sempre esteve bom na chuva tanto na sexta-feira como hoje. Foi crucial acertar a escolha de pneus porque estava bem difícil saber se era pneu de chuva ou intermediário, e os engenheiros fizeram a escolha perfeita. Deu tudo certo e o David Heinemeier-Hansson andou muito bem, ele um piloto silver mas foi mais rápido do que muitos pilotos pro. Agora é torcer para não chover muito e termos uma boa corrida porque a chance é de chover tanto que pode atrapalhar o dia”, destacou Nelsinho Piquet.

A diferença de Bruno e Canal para os ponteiros é de 20 pontos – 130 as 110. Nicolas Prost, o terceiro piloto do carro do brasileiro, não correu em Nurburgring e tem 98. Apesar de sair à frente dos maiores rivais, Bruno sabe que a prova está completamente aberta, não apenas em função da duração como das condições extremas que as equipes deverão enfrentar. “Tudo indica que vai chover forte. Não será fácil, mas nos preparamos para ganhar.”

Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.