Sem adversários! Toyota vence em Silverstone pelo Mundial de Endurance

(Foto: Toyota)

A Toyota venceu sem dificuldades a quarta etapa do Mundial de Endurance disputada neste domingo, 19, no circuito de Silverstone na Inglaterra. Fernando Alonso, Sebastien Buemi e Kazuki Nakajima levaram o TS050 #8 a vitória, sendo escoltados pelo #8 de Kamui Kobayashi, José Maria Lopez e Mike Conway.

Os dois protótipos realizaram uma corrida particular, se intercalando na liderança. Fernando Alonso realizou uma impressionante ultrapassagem em cima de Mike Conway por “fora”, na terceira hora da prova. O troco veio com Lopez superando Nakajima na quarta hora. Com uma vantagem confortável a equipe decidiu trocar a asa traseira do #7, na sétima hora de prova.

Resultado final

No segundo pelotão da classe LM1, Rebellion Racing e SMP Racing protagonizaram bons pegas desde a primeira curva da prova. Coube ao Rebellion #1 de Gustavos Menezes, Thomas Laurent e Mathias Beche completar o pódio em terceiro. Chegando na quarta colocação o Rebellion #1 de André Lotterer e Neel Jani. A diferença da Toyota para os protótipos não híbridos foi de 4 voltas.

Jackie Chang DC Racing conquista dobradinha na classe LMP2. (Foto: Divulgação)

Egor Orudzhev e Stephane Sarrazin com o SMP Racing #17 protagonizaram boas disputas, com os protótipos da Rebellion nas horas iniciais. Tudo ia bem até Orudzhev perder 40 segundos durante sua parada. O segundo carro da SMP abandonou no início da prova.

A Jackie Chand DC Racing conquistou uma dobradinha na classe LMP2. Ho-Pin Tung, Gabriel Aubry e Stephane Richelmi com o #38 venceram, com o #37 levando o segundo lugar. Ho-Ping chegou a receber um drive through no início da corrida. Nicolas Lapierre, Pierre Thiriet e André Negrão completaram o pódio com o Alpine #36, mesmo recebendo uma punição durante o único safety car da prova.

Na classe GTE-PRO a Ferrari #51 de James Calado e Alessandro Pier Guidi venceram, com três fabricantes distintos no pódio. Foi a primeira vitória da dupla na temporada. Na segunda colocação o Porsche #911 de Richard Lietz e Gianmaria Bruni. O pódio foi completado com o Ford #67 de Andy Priaulx e Harry Tincknell. O Ford #66 precisou trocar um das portas, ficando com o sétimo posto.

A Aston Martin que recebeu um BoP favorável para a prova, terminou em quinto com o Vantage #97. O #95 abandonou com problemas no câmbio. Em sexto o BMW #81 que não foi competitivo durante todo o final de semana. O segundo carro da equipe abandonou.

Ferrari vence na classe GTE-PRO, enquanto Porsche conquista a primeira vitória na GTE-AM. (Foto: Joao Filipe / AdrenalMedia.com e divulgação)

O brasileiro Augusto Farfus lamenta os problemas, mas reconhece que a prova foi um grande aprendizado. “Foi uma grande curva de aprendizado para nós neste final de semana; temos um carro novo, que é novo nesta pista e em um campeonato em que só tivemos uma corrida de seis horas. Dito isto, o equilíbrio do carro foi bom e a nossa estratégia de pneus teria sido boa no final da corrida, por isso temos muitos aspectos positivos para considerar. ”

Pela classe GTE-AM a equipe Dempsey-Proton Racing venceu, depois de irregularidades em dois adversários. Christian Ried, Julian Andlauer e Matt Campbell venceram a segunda do ano. O Aston Martin da TF Sport e o Porsche do Team Project 1 que lideravam foram desclassificados, por conta e irregularidades durante o pit stop em que o safety car estava na pista. Os dois carros terminaram em segundo e terceiro respectivamente.

A próxima etapa do Mundial de Endurance acontece no circuito de Fuji, no Japão entre os dias 13 e 14 de outubro.

Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *