Scudaria Glickenhaus fará sua estreia em Portimão

(Foto: Divulgação)

Com a troca do circuito de Sebring para Portimão como abertura do Mundial de Endurance, a Scuderia Glikenhaus confirma a estreia do seu Hypercar já na primeira etapa do Mundial. A informação foi revelada pelo dono da  Scuderia Cameron Glickenhaus, Jim Glickenhaus, ao site Dailysportscar.com, nesta sexta-feira, 22.

Estarão no grid em Portugal dois SCG 007. O primeiro chassi SCG 007 foi aprovado no teste de colisão nos últimos dias e a equipe. Agora a equipe trabalha no segundo carro. 

Equipado por um motor V8 turbo de 3,5 litros, desenvolvido pela francesa Pipo Moteurs, até o momento, o desenvolvimento está sofrendo atrasos por conta do COVID-19. O primeiro teste de pista está confirmado para o dia 15 de fevereiro.  

Os pilotos ainda não foram confirmados, de acordo com o DSC, Gustavo Menezes e Ryan Briscoe, podem ser os pilotos. 

“De qualquer forma, os testes de homologação do carro vão ser feitos na Sauber”, explicou Jim Glickenhaus. “Portanto, faz todo o sentido desenvolver o carro nas mesmas instalações. Isso nos dá total confiança de que os números que estamos obtendo à medida que projetamos e desenvolvemos o carro serão replicados quando o mesmo carro for colocado no mesmo túnel pela FIA / ACO”, explica.

A Joest Racing dará o suporte técnico e logístico. “Eles têm absolutamente tudo de que precisamos para complementar a equipe que temos internamente”, confirma Jim.

“Eles têm o pessoal, o equipamento e os caminhões para garantir que possamos levar os carros onde eles precisam estar e prepará-los com eficiência”.

“Na frente de engenharia de corrida, haverá um esforço conjunto entre nosso recurso e o deles, vamos finalizar essa estrutura à medida que entrarmos e passarmos pelo programa de testes, mas, é claro, estamos muito satisfeitos por tê-los a bordo”, finalizou.

Written by Fernando Rhenius
Jornalista formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mantem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de ostracismos e "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.