Rodrigo Babtista enfrenta altos e baixos pelo PWC em Road America

(Bob Chapman / Autosport Image)

(Bob Chapman / Autosport Image)

O piloto Rodrigo Baptista viveu um fim de semana de altos e baixos na quinta da nove etapas da categoria GTS da Pirelli World Challenge, competição norte-americana de automobilismo multimarcas. Após a quinta colocação na corrida 1, no sábado (24), no circuito de Road America, em Wisconsin (EUA), o piloto era o terceiro na segunda disputa, no domingo (25), mas acabou sendo punido por uma ultrapassagem antes da bandeira verde ser acionada em um período de safety car. Com o término da corrida em bandeira vermelha devido a um acidente, Digo – como é conhecido – não teve como pagar a punição aplicada, sofrendo um acréscimo em seu tempo final.
 
Rodrigo Baptista começou o fim de semana cravando a melhor volta do primeiro dia de treinos, na quinta-feira (22), no autódromo de Road América, com extensão de 6,5km e um total de 14 curvas. No treinamento classificatório, realizada na manhã do sábado, Digo fez o sétimo melhor tempo. No período da tarde, na corrida 1, o piloto do HTPro Team terminou em quinto lugar, mesmo sendo prejudicado por um adversário. 
 
“Tive dificuldades nos 15 minutos finais da primeira prova, porque um piloto rodou na pista bem na minha frente. A única saída para não bater minha Porsche foi passar pela grama. Com isso, os dutos de ventilação dos meus freios se fecharam e o carro ficou bem difícil de ser guiado. Mesmo assim, terminar no top 5 foi um grande resultado, tendo feito a segunda melhor volta da corrida, o que me garantiu largar na primeira fila no domingo”, destacou o dono da Porsche #3.
 
Na corrida 2, realizada no dia seguinte e com os carros largando parados, Rodrigo Baptista começou com tudo. Assumiu a primeira colocação, conseguindo abrir uma vantagem de três segundos em relação ao segundo colocado. Porém, um acidente ainda neste início acarretou na entrada do safety car. Ao relargar, perdeu duas posições. Mais tarde, o safety car entrou novamente na pista e Digo caiu para quarto lugar. E com mais uma entrada do carro de segurança, outra vez o piloto saiu prejudicado.
 
“Nos minutos finais, outra vez o safety car entrou e desta vez acabei sendo penalizado porque, de acordo com a organização, ultrapassei meu adversário, uma KTM, antes do trecho de bandeira verde na relargada. Como não houve tempo de eu pagar a penalidade ainda na corrida, que terminou em bandeira vermelha, foi acrescido uma diferença de tempo ao final da prova, o que me fez cair para as últimas colocações”, contou o piloto. “De qualquer forma, procuro sempre ver os pontos positivos de cada corrida. Minha Porsche outra vez teve bom desempenho, embora o BOP (Balance Of Performance), uma ferramenta que a organização utiliza para equilibrar os carros, não tenha funcionado plenamente como esperávamos nesta etapa. Em casos assim, fica bem difícil de competir com certos modelos de carros, dependendo da pista. Mas, de uma forma geral foi bom, embora seria para eu ter chegado em terceiro ou quarto na corrida 2. Os pontos não vou ter, mas valeu pela performance”, concluiu.

Mesmo com a penalização na corrida 2, Rodrigo Baptista manteve-se no top 3 da classificação geral, após cinco etapas, com 134 pontos. A diferença para o vice-líder aumentou, o canadense Martin Barkey, porém Rodrigo segue próximo do adversário, que tem 151 pontos. O liderança do norte-americano Lawson Aschenbach também é maior, com as duas segundas colocações obtidas nessa etapa, somando agora 219 pontos. Companheiro de Digo na Flying Lizard Motorsport, Nate Stacy caiu para quinto (131), atrás do inglês Ian James (133), piloto que fez a pole position da corrida 1 e ainda venceu as duas provas disputadas em Road America.

* Com informações da assessoria de imprensa do piloto

Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *