Richard Westbrook e Harry Tincknell de Aston Martin em Le Mans

(Foto: AMR Racing)

A Aston Martin Racing divulgou nesta quarta-feira, 08, a contratação de Richard Westbrook e Harry Tincknell, para complementar a equipe nas 24 Horas de Le Mans

Westbrook será parceiro com os líderes de pontos do Campeonato Mundial de Resistência da FIA, Nicki Thiim e Marco Sorensen no Aston Martin Vantage GTE #95, enquanto o ex-piloto do Ford no  WEC, Tincknell se juntará a Alex Lynn e Maxime Martin no carro #97.

Darren Turner e Jonny Adam foram pilotos adicionais da Aston Martin em Le Mans em 2019, para este ano, estarão competindo pela marca na classe GTE-Am.

Turner faz parte da formação de pilotos  AMR #98 para toda a temporada, ao lado de Ross Gunn. Adam está no AMR vermelho da TF Sport. 

Tanto Westbrook e Tincknell estarão competindo pela Aston Martin pela primeira vez. 

“Eu tive quatro ótimos anos na Ford, mas quando houve a conclusão de que o programa estava chegando ao fim, a primeira coisa que você quer é garantir uma corrida em Le Mans, um lugar em que você possa ter uma chance de vitória”, disse Westbrook ao site sportscar365.com. 

“É o que sinto que tenho. É realmente um bom momento para se juntar à Aston. O carro tem alguns anos de desenvolvimento agora e é muito competitivo no WEC. Felizmente, esse momento pode levar a Le Mans e podemos ter uma chance real da vitória”. 

O piloto deve fechar um programa na europa, que deve ser anunciado nas próximas semanas. “Eu tinha muita esperança em competir com os  DPi nos Estados Unidos e isso seria muito bom porque não haveria nenhum conflito de datas”, disse ele.

“Na décima primeira hora, o acordo com a DPi acabou, então, no momento, me resta este contrato com a Aston Martin, embora, esperançosamente, tenha boas notícias sobre o meu principal programa de corrida nas próximas semanas”. 

“Não será na América. A temporada começou agora e meu foco está voltando para a Europa”, finalizou.

Pilotos fizeram parte do programa GT da Ford. (Foto: Aston Martin)

O presidente da Aston Martin Racing, David King, disse que as novas contratações da equipe são um “grande passo” para colocá-la na “posição mais forte” da 88ª corrida de Le Mans”.

“Harry está competindo e vencendo de todas as formas de resistência de alto nível e sabemos que seu padrão é alto: competimos contra ele diretamente no WEC nos últimos quatro anos”.

“Richard é uma força comprovada no nível mais alto das corridas de GT há vários anos e sua velocidade e experiência são perfeitas para o ‘Dane Train’ em Le Mans”, 

“O Vantage GTE cumpriu sua promessa ao longo da temporada 2019-20 WEC, com duas vitórias nas quatro primeiras corridas nos colocando no topo das tabelas de campeonatos neste estágio intermediário”.

“É imperativo que construamos isso e nos dêmos a melhor chance de entregar a final, onde é claro que os pontos são dobrados”. comentou o dirigente. 

Written by Fernando Rhenius
Jornalista formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mandem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de ostracismos e "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.