Proton Competition pode ir para a classe GTE-PRO no WEC

Ausência da equipe oficial Porsche pode fazer equipe de cliente virar "oficial". (Foto: FIAWEC)

Ausência da equipe oficial Porsche pode fazer equipe de cliente virar “oficial”. (Foto: FIAWEC)

É cada vez mais evidente que a equipe Porsche Manthey não vai disputar o WEC em 2016 pela classe GTE-PRO. Para não deixar a classe sem um Porsche, o fabricante alemão deve apoiar a equipe Proton Competition que pode subir de classe, da AM para a PRO.

Segundo o site Sportscar365, é dado como certo a ida da equipe para a classe PRO com forte apoio da fábrica, principalmente com pilotos oficiais. A equipe iria manter um 911 RSR na classe AM. Mesmo com o chefe da equipe Christian Ried negando estas mudanças, a Porsche vem pressionando a equipe, muito por conta da chegada da Ford ao campeonato.

O chefe da Porsche Motorsport, Dr. Frank-Steffen Walliser, não confirmou tais planos, embora eles tenham sido admitidos, quando perguntado sobre o futuro da Porsche na classe no início deste mês, no Bahrein.

“Nós estamos trabalhando em diferentes opções que temos”, disse Walliser ao Sportscar365.“Obviamente WEC é uma plataforma perfeita. É uma série de corrida de alto nível. Nós temos que considerar nossa situação global.”

A equipe Proton já competiu com o apoio oficial da Porsche em outros anos. Marc Lieb e Richard Lietz estiveram pelo time no WEC em 2012, e antes disso, no saudoso Intercontinental Le Mans Cup e European Le Mans Series.

O retorno da Porsche como equipe oficial deve se concretizar em 2017 com a chegada da nova versão do 911 RSR.

 

Published
3 anos ago
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *