Programa LMP1 da Nissan para 2015, pode não estar 100% concentrado no Japão e sim nos EUA

phpThumb_generated_thumbnailjpg-252520-2525284-252529_thumb-25255B2-25255D

Desde que revelou seus planos de voltar a Le Mans, a Nissan vem escondendo o jogo. Se durante a apresentação do programa apenas o básico foi apresentado, e que o novo LMP1 seria totalmente diferente dos seus pares atuais, pouca coisa foi divulgada. Até agora.

Segundo informações do site racer.com, o ex-piloto Dan Gurney por meio da sua empresa AAR seria um dos parceiros por trás da contrução do GT-R NISMO LM, já que é uma das referencias em termos de fibra de carbono nos EUA.

Quando questionado sobre tal Darren Cox diretor da Nissan, não negou nem confirmou. “Eles seriam um bom parceiro, não é?”

Cox ainda salientou que a volta da Nissan ao Mundial de Endurance é bem mais do que um projeto feito pela divisão esportiva do grupo a NISMO. Quem está a frente do projeto do no LMP é Ben Bowlby, engenheiro que desenvolveu tanto o Delta Wing, quanto o Zeoad RC que vai participar neste ano da garagem 56 em Sarthe.

“NISMO não fazer tudo sozinha, temos um fornecedor “B”envolvido. Você provavelmente só precisa estar na Europa por três meses durante o ano, a partir de três semanas antes de Silverstone após Le Mans”, explicou. “Os testes de inverno estão ficando cada vez mais difíceis na Europa, porque todo mundo está tentando correr no mesmo lugar. Encontrar pistas disponíveis é um grande problema.”

Assim como a Toyota, que conta com a estrutura da Oreca, em seu programa no WEC, além de ter sua base na Alemanha, não é de estranhar uma parceria semelhante com alguma empresa independente.

Published
6 anos ago
Categories
24 Horas Le MansNissan
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Jornalista formado pela Universidade do Vale do Itajaí - Univali. Mandem o site Bongasat.com.br desde 2009 de forma independente. Acredita que a informação, precisa ser divulgada de forma rápida, para que o leitor possa criar seu ponto de vista, e fugir de ostracismos e "especialistas" que povoam a imprensa automobilística no pais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *