Porsche pode alinhar até dez 911 RSR nas 24 Horas de Le Mans 2018

(Foto: Porsche AG)

(Foto: Porsche AG)

Mesmo sem a presença da Porsche na classe LMP1 do Mundial de Endurance em 2018, é esperado uma quantidade significativa do 911 RSR nas classes GTE-PRO e AM. O fabricante tem até o momento seis pedidos de equipes que participam do WEC e ELMS.

Além das equipes privadas a própria Porsche avalia alinhar carros na classe GTE-PRO. Se estes números se confirmarem, será o maior número de 911 inscritos nos últimos 15 anos. Em 2004, 11 modelos RSR e RS estiveram presentes na prova francesa.

O diretor do programa GT da marca, Marco Ujhasi não tem um prognóstico sobre a quantidade de carros programados para a prova: “É sempre bom ver muitos Porsche na grade”, disse Ujhasi ao site Sportscar365. “Estamos à espera dos números aos quais possamos trabalhar. Espero que seja um número maior do que o atual.

“Eu acho que vamos ter algumas decisões logo. Estou ansioso para ver muitos RSRs no grid “.

De acordo com o site Sportscar365.com até cinco carros podem estar na classe GTE-PRO pelas mãos das equipes Manthey e CORE Autosports. Também é esperado um carro com “lendas” do automobilismo.

Entre as equipes privadas à Proton Competition tem quatro carros confirmados, e uma única entrada para a Gulf Racing. Também se esperar um 911 para a Craft-Bamboo Racing.

Apesar da incrível demanda pelo carro, Ujhasi manterá as vendas limitadas para fornecer um suporte de qualidade: “Eu acho que podemos vender muitos mais, mas sempre é uma questão sobre recursos e peças”, disse ele. “Queremos oferecer um bom serviço a todos os clientes.”

“Não serão muitos carros. Se você ficar com o número oficial de seis, então você está bem perto.” Finalizou.

Published
10 meses ago
Categories
24 Horas Le Mans
Comments
No Comments
Written by Fernando Rhenius
Apaixonado pelo automobilismo, seja ele real ou virtual. Me envolvi com o Endurance há muito tempo e desde 2009 tento, levar um pouco de informação e conhecimento sobre uma das principais categorias do automobilismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *